Quinta-feira, 30 de Julho de 2015

International Champions Cup

 

Terminou o torneio milionário, onde o Benfica foi amealhar uma bela maquia de massa (3 milhões €), mas onde teve uma prestação frouxa (2 derrotas e 2 empates).

 

Na verdade, trata-se de treinos, os adversários foram difíceis, os jogadores estão a assimilar novas ideias com um novo treinador, as pernas ainda pesam muito e há muitas caras novas no balneário que estão em fase de integração. No fundo, foi um bom teste que, espero, esteja no fim. Agora começa a contar, o próximo é um Troféu (Eusébio Cup) e a seguir um Titulo (Supertaça).

 

Lima já foi. Faz falta, mas não há insubstituíveis, já leva 32 anos e o dinheiro (7 milhões €) faz falta. Jonathan Rodríguez tem características semelhantes, vai lá com tempo e trabalho, Jonas pode ser importante na rapidez do processo.

 

Fala-se muito (na comunicação social, claro) na mudança de táctica, aparentemente Rui Vitória, devido à saída de Lima, desistiu do sistema de avançados. Espero bem que não, vamos apanhar muito autocarro, é essencial ter dois avançados nesses jogos. Relativamente ao suposto 4x2x3x1, é um sistema, na minha opinião, ideal para jogar na Champions, por isso é fundamental a aquisição de um ponta-de-lança, e dos bons, de preferência que marque golos, e muitos, de cabeça e com os pés, direito e esquerdo.

 

Das caras novas, gostei de ver o Carcela e o Ederson.

 

Da formação, não sendo novidade para mim (vi praticamente todos os jogos da Equipa B em casa), gostei do Nelson Semedo, Guedes e Nuno Santos. O Teixeira tem de simplificar mais, Lindelof teve azar (naquela escorregadela), Nelson Oliveira deve ser alérgico ao trabalho e Guzzo pouco se viu (por falta de minutos de jogo).

 

Um pouco desiludido com Taarbat, boa técnica mas pouca mobilidade, dizem que está gordo, se for essa a causa tem conserto. Ola John está a queimar os últimos cartuchos, à semelhança de Nelson Oliveira deve ser para despachar, uma pena, muito talento mas pouca cabeça. Marçal só confirmou a ideia que tinha dele, não veio acrescentar nada (prefiro Eliseu que já está integrado), não percebi a sua vinda, mais um Candeias. Para emprestar (prefira saída definitiva).   

 

Djuricic tem nova oportunidade, até agora tem aproveitado, esteve em bom nível. Vai beneficiar das novas ideias do treinador, espero que aproveite, pode vir a ser um caso sério, tem talento que chegue.

 

Muitos entendidos têm dito que Sílvio é bom jogador, mas é pouco ofensivo e que por isso deve ser, apenas uma alternativa. Não concordo. Sílvio é um dos laterais portugueses mais inteligentes, para além de ser acima da média tecnicamente, sabe quando deve subir, e fá-lo como ninguém, aparece quando é necessário e é por isso que não compromete defensivamente.

 

É preciso ter calma e descontracção, ter confiança em quem trabalha no Benfica, nestes últimos anos não houve razões de queixa. Haverá muito tempo para avaliações, quando for a sério.  

 

             

publicado por Tasqueiro às 17:02
link do post | comentar | favorito
|

.Rodadas

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.pesquisa

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Evolução

. Penoso

. Um bom exemplo

. Para reflexão

. Insatisfatório

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS