Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2016

Perigo de contágio

 

Diz a Wikipédia que a "Esquizofrenia é considerada pela psicopatologia como um tipo de sofrimento psíquico grave, caracterizado principalmente pela alteração no contacto com a realidade (psicose)." "Hoje é encarada não como doença, no sentido clássico do termo, mas sim como um transtorno mental, podendo atingir pessoas de qualquer idade, género, raça, classe social e país."

Acrescenta ainda que alguns dos sintomas podem ser: "... alucinações visuais, ... auditivas, delírios ... e sintomas depressivos."

Refere que "O tratamento é feito à base de medicação anti psicótica, que basicamente suprime a actividade dos receptores de dopamina. Aconselhamento, formação profissional e sobretudo reinserção social são alguns dos pontos também muito importantes no tratamento. Em casos de maior gravidade, onde há risco de danos psicológicos ou físicos para a própria pessoa ou para os que à sua volta vivem, é por vezes necessário o internamento involuntário."

 

Após leitura desta matéria, dou por mim a pensar nas consequências que esta perturbação poderia provocar, se a pessoa com esta patologia fosse líder de uma agremiação "orfã" de "fé". 

 

                  

tags: ,
publicado por Tasqueiro às 16:26
link do post | comentar | favorito
|

.Rodadas

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.pesquisa

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Evolução

. Penoso

. Um bom exemplo

. Para reflexão

. Insatisfatório

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS