Terça-feira, 7 de Julho de 2015

Já se trabalha na Caixa Futebol Campus

 

Iniciou-se uma nova etapa, o caminho que ruma ao 35º.

 

Escolhido o Rui Vitoria é com ele que vamos à luta, deverá, por isso mesmo, ter todo o nosso apoio. Merece, com certeza, ter alguma tolerância da parte dos Sócios e Adeptos, assim como Jorge Jesus o teve durante os 6 anos de Águia ao peito. Confiemos em Luís Filipe Vieira que já deu provas de grande maturidade, decidindo cada vez mais com bom senso, deixando as emoções para os Adeptos.

 

Maxi escolheu um outro caminho desejo-lhe, acima de tudo, saúde e insucesso desportivo. Uma coisa não implica a outra. Com sorte no amor e azar ao jogo, mais ou menos como diz a sabedoria popular.

 

O plantel mantem-se praticamente o mesmo, até agora saíram Artur, Benito, Funis Mori e Sulejmani. É provável a saída de Gaitan, Ruben Amorim e mais alguns com pouca influência na época transacta. A ser assim, são boas noticias, pequeno retoques, se vier qualidade só pode melhorar. Melhor plantel melhores resultados, pelo menos na teoria é assim.

 

Das novas caras aquele que mais me entusiasma é Taarabt. Tecnicamente é de topo, se mantiver regularidade, temos jogador. Poderá substituir Gaitan ou jogar com ele, caso o Argentino continue.

 

Fico feliz com a permanência de Sílvio, para mim o melhor defesa lateral português logo a seguir a Coentrão. Apesar de ser destro, é do lado esquerdo que ele rende mais, no entanto julgo que irá render Maxi. Espero que Marçal esteja, no mínimo, à altura de Eliseu.

 

Da formação gosto deles todos. Os que terão mais hipóteses de ficar no Plantel são: Lindelof, Semedo, Teixeira, Nuno Santos e Guedes. Nelson é uma incógnita, espero que seja desta. Devem ficar no máximo 5, os restantes serão emprestados.

 

Resta esperar os jogos, esses sim, já poderão indicar mais qualquer coisa, até lá, muita ansiedade.

 

             

publicado por Tasqueiro às 13:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Maio de 2015

Preservar a exigência

 

Em ano de vacas magras, onde o Benfica vendeu muito e investiu pouco, foi à luta com menos individualidades no entanto conseguiu formar um conjunto fantástico e alcançar o seu grande objectivo que era vencer o Campeonato pelo segundo ano consecutivo.

 

Ainda falta disputar a ultima jornada e a final da Taça da Liga, no entanto já se pode considerar o ano desportivo como positivo, independentemente do desfecho da final. Era fundamental esta sequência de vitórias no Campeonato.

 

Relativamente às ocorrências no dia da festa, deixo isso para as entidades competentes, que com certeza vão estar à altura do que nos têm habituado. Inglaterra é um excelente exemplo a seguir, mas isso é pedir demais. Qualquer garrafa de cerveja ou trolley serve para falar negativamente da festa, e por arrasto, do Bi-Campeonato.

 

A próxima época terá, inevitavelmente, como horizonte o 35º Campeonato, mas conto com um especial foco na Champions, concedendo-lhe uma importância maior que às Taças, não só pelo prestígio e ranking mas essencialmente pelos prémios, que aumentaram significativamente. A redução do passivo em simultâneo com o aumento da qualidade do plantel assim o exige. A qualidade do plantel atual tem de ser a bitola mínima para os planteis futuros.

 

Obrigado Benfica.

 

              

publicado por Tasqueiro às 17:04
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2011

Acidente de percurso?

 

Íamos tão bem.

 

Apanhado de surpresa pela fraca qualidade de jogo do Marítimo (como pode ir em 4º lugar no campeonato?), julgava que iria ser um passeio, isto até ver, ou melhor, não ver o futebol praticado pela equipa do Benfica.

 

Foi graças a JJ (e a uma equipa fabulosa) que ganhámos o último campeonato e, também graças a ele, que jogámos um futebol espectacular, que só devido a particularidades do futebol portoguês, só deu para ser campeão com uma vantagem de 3 pontos.

 

O que se seguiu? Fiasco atrás de fiasco, e com isso, humilhação seguida de humilhação.

 

Posto isto, o meu sentimento é de revolta. Apetece-me partir a boca a JJ, assim como, a alguns jogadores que participaram (ou não) no “recreio”.

 

Sei que faltavam muitos titulares e tal, mas isso (apesar de algum exagero), para mim, não é justificação. Os nossos suplentes são mais dispendiosos do que toda a equipa insular, sem desculpas portanto.

 

O futebol praticado foi pobre, muito abaixo do exigível para a qualidade do plantel.

 

Eduardo, à boa maneira Robertiana, deu uma “casa” de todo o tamanho, tão grande, que o jogador madeirense, mesmo em dificuldade e marcado por 2 defesas, conseguiu, com a biqueira da bota, fazer o mais difícil, um golo de chapéu. Espero que os responsáveis do Benfica se deixem de boas acções e ponham Eduardo numa posição mais favorável para ser chamado à selecção, ou seja, despachá-lo.

 

Garay, ainda hoje, deve estar com os nervos em franja, depois da dupla que fez com Jardel. Miguel Vítor (depois de uma soberba exibição em Manchester) ficou no banco a fazer o quê?

 

Gaitan, o agridoce, tanto se exibe como uma águia imponente, em todo o seu esplendor, como parece um pombo e toda a sua porcaria associada. O banco, talvez seja um bom estímulo (a começar pelo jogo da Champions. Queres montra? Trabalha para ela).

 

Emerson, apesar de toda a entrega, continua a dar pouca consistência ao sector. Nem na Taça Capdevila tem uma oportunidade, é preocupante e demonstra o carácter do “artista”, que comanda as tropas.

 

Saviola andou longe do seu melhor (o que passa?) e Witsel não esteve nos seus dias.

 

Aimar e a sua qualidade Superior, não foi a tempo de remediar a situação, a equipa já estava formatada para, só dar aquilo.

 

Fico por aqui, a desilusão é tão grande que me está a afectar o raciocínio, espero que tenha sido a última.

 

Com excepção de Manchester, o futebol de JJ, este ano, não tem ponta por onde se lhe pegue. Não há fio de jogo, nem sequer vestígios, e isso, é preocupante.

 

                         

 

publicado por Tasqueiro às 12:14
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Enfim Justiça

 

 

Não foi feita por qualquer advogado ou juiz

Nem consumada em qualquer Tribunal

Foi conquistada a pulso

Por um Benfica maioral

 

 

A Raça, o Querer e Ambição

Fez o Benfica Campeão

 

 

                         

 

publicado por Tasqueiro às 14:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.Rodadas

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.pesquisa

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Já se trabalha na Caixa F...

. Preservar a exigência

. Acidente de percurso?

. Enfim Justiça

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS