Quinta-feira, 10 de Março de 2016

Jogo a jogo

 

O Benfica é Líder no Campeonato e segue para os quartos-de-final na Champions.

 

Relativamente ao vizinho da 2ª circular, foram dois coelhos com uma só pancada. Perder em casa e ser ultrapassado na tabela classificativa pelo Benfica, deve doer…muita forte.

 

Forte, foi também a dor de Vilas Boas. Louve-se a sinceridade. Também Zyryanov deve estar em sofrimento, o Karma é fodido.

 

   

publicado por Tasqueiro às 15:15
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 1 de Março de 2016

Ultima oportunidade

 

É o derradeiro jogo com um dos adversários directos à conquista do campeonato português. Uma vitória em Alvalade é um passo importantíssimo para a conquista do 35.

 

Espero que para os jogadores e equipa técnica não se trate apenas dos 3 pontos, mas sim da própria dignidade. Em três jogos esta época, outras tantas derrotas, fosse como fosse, com ou sem casos, o certo é que o que fica são os números e esses são impiedosos.

 

Depois de tudo o que se disse, desde a comunicação social às diarreias verbais do catedrático e seus acólitos, não espero outra coisa dos nossos técnicos e atletas (os principais visados) que não seja um indomável desejo de vencer.

 

Com Raça, Querer e Ambição.

 

O Clube e os Adeptos merecem.

 

                       

publicado por Tasqueiro às 14:42
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2015

Ambiguidades

 

Que a equipa esteve mal é um facto. Uma sombra do que fez em Madrid e até mesmo na Turquia. O Benfica ganhou com mérito ao Atlético e perdeu de pé diante do Galatasaray. O mesmo presidente, mesma equipa técnica e os mesmos jogadores. Vir agora, após a derrota com os viscondes, deitar tudo abaixo, é injusto e desonesto.

 

Vitória iniciou o percurso no Benfica com muita desconfiança por parte dos Benfiquistas. Pouco a pouco foi ganhando algum crédito, atingindo alguma estabilidade com resultado no Barnabéu. Já ninguém se lembrava de Maxi, os resultados positivos na Champions eram vistos com saudade e orgulho, até Salvio deixou de ser uma urgência. JJ caminhava para o obsoleto enquanto a formação era a nova galinha dos ovos de ouro.

 

Esta derrota tudo mudou. Voltou a conversa da pré-época em muitos blogs Benfiquistas. Talvez Vieira necessite de mudar na política de contratações. Em vez de arriscar na incerteza, de um qualquer Vitória, que jogue pelo seguro e que acerte com qualquer um destes infalíveis blogueiros.

 

 

Tenho vindo desde há uns tempos a esta parte, a ver um esforço por parte de alguns a tentar devolver a estes dérbis a glória de outros tempos. Trata-se, nada mais nada menos, de uma necessidade de valorizar o Sporting. Fico triste em ver Benfiquistas a contribuir para este peditório. Na minha opinião os jogos com o Porto são os mais importantes, não só porque é o 2º clube mais titulado, como o adversário mais poderoso e por isso com maior capacidade de rivalizar com o Benfica. Todo o resto é cosmética.

 

                                 

publicado por Tasqueiro às 15:09
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015

O derbi contemporâneo

 

Quis o destino que o Benfica marcasse o golo do empate aos 92+1. Sendo o primeiro, um número "fetiche" dos lagartos, não deixa de ser cómica a coincidência de o outro, estar associado ao sócio, na altura, concentradíssimo.

 

Num jogo com excesso de coração, praticamente não se jogou futebol. O Sporting deu tudo, mas só conseguiu marcar aproveitando um erro do adversário. O Benfica jogou no erro, só pecou por ter errado também.

 

Não sei se seria diferente para melhor, mas já que o objectivo era jogar na espectativa, e tendo um elemento a menos no meio campo relativamente ao adversário, preferia ter Talisca, ou mesmo Pizzi, em vez de Lima. Jonas, no melhor lance do jogo (A.Almeida), teria atirado à baliza em vez de servir o companheiro de ataque.

 

Infelizmente os petardos continuam, com a agravante de serem arremessados contra pessoas, situações recorrentes de maus comportamentos, que já devia de ter sido resolvidos à boa maneira inglesa. Os dirigentes do Sporting protestam, em vez disso devia olhar-se ao espelho e deixar-se hipocrisias. O problema é geral e não há ninguém que faça o quer que seja para o resolver. Não basta dizer que quer ou vai fazer, exige-se actos.

 

Os dois próximo jogos são com o mesmo Clube, apesar de o Benfica ir apresentar equipas substancialmente diferentes, o resultado quer-se o mesmo, vitórias. De preferência com nota artística.

 

                        

publicado por Tasqueiro às 17:01
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Abril de 2013

9 jogos, 8 finais

 

Após mais 5 jogos em 16 dias, 2 para a Liga, 2 para a Europa e 1 para a Taça de Portugal, continuamos sem derrotas (3 vitória e 2 empates) nas 3 competições.

 

Falta um mês (19/05/2013 – última jornada) para terminar o Campeonato. São 5 jogos e se vencermos os próximos 4, festejamos o 33º Título de Campeões no estádio da fruta.

 

Pelo meio, dois jogos complicados para a Liga Europa. O Fenerbahçe está bem apetrechado com bons jogadores e o jogo na Turquia vai ser duro.

Espero um bom resultado (mínimo um empate) na 1ª mão, para depois resolver-se a eliminatória na Luz.

 

A Taça de Portugal está a um jogo de distância. Será o último da temporada.

  

Liga Zon Sagres (26ª jornada)

Benfica x Sporting

 Estádio da Luz (Dom - dia 21) 20:15 h

 

 

Suplentes: Paulo Lopes, Jardel, André Almeida, André Gomes, Aimar, Gaitan e Rodrigo.

 

 

FORÇA BENFICA

 

publicado por Tasqueiro às 17:18
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012

Rivalidade doentia

 

Jogo da época para o Sporting. Tivessem tido esta atitude desde o início das competições e, provavelmente, não estariam a 18 pontos do Lider e a 2 pontos da linha de água (4 do último classificado).

 

Em sentido inverso esteve o Benfica, bastante apático a ver o que o jogo iria dar. Com tanta lentidão e passes falhados, os nossos vizinhos aproveitaram e num momento de sorte marcaram o seu único e insuficiente golo. A partir daí o Benfica acordou e, sem deslumbrar, fez o suficiente (3 golos) para ganhar a partida e ser novamente Lider no campeonato portoguês.

 

Já é recorrente esta apatia nas partidas contra os nossos rivais diretos. Não consigo compreender esta atitude, mas sei que igual comportamento no jogo com os portistas e o resultado pode ser bastante amargo, com já vimos demasiadas vezes.

 

No final da partida, LFV chamou à atenção para as mãos que frequentemente estão a desviar as bolas das suas trajetórias, numa grande área a norte de Portugal, mãos essas que não pertencem ao guarda-redes de serviço (daí a alusão a um segundo guarda-redes). Chamou, ainda que indiretamente, aldrabão ao Godinho, ao que este respondeu que não respondia para não baixar o nível:

 

“Não venho para descer ao nível negativo de acusações que não têm interesse para o futebol. Estou aqui para dignificar o futebol, colocar o Sporting onde merece.”

 

 “A minha preocupação é dignificar o futebol e é isso que tento sempre fazer".

 

 

Para este senhor dignificar o futebol significa estar presente entre aqueles que queimam bancadas do seu principal e único rival, sovar bombeiros (que tentem combater esse mesmo incêndio) e depois, sem pedir desculpas, vir apenas mostrar o seu desagrado pelos acontecimentos (provavelmente por não ter tido proporções maiores).

 

Também não desce o nível negativo de acusações que não têm interesse para o futebol, apenas pactua com elas, conforme se pode observar dias antes do incêndio no Estádio “… com condições pré-históricas …”.

 

Aproxima-se mais uma jornada, segue-se o Marítimo em casa, jogo difícil, ao contrário do nosso concorrente que irá a casa amiga receber, como de costume, os 3 pontos numa bandeja.

 

               

publicado por Tasqueiro às 14:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

Percurso favorável

 

O Benfica vai bem encaminhado. O futebol não tem sido um regalo para os olhos, mas os resultados, apesar de tudo, são suficientes para nos manter na linha da frente, em todas as competições.

 

A vitória sobre o Sporting, foi o último jogo, da 1ª volta, relativamente ao campeonato dos candidatos ao título. Resultados: 2 empates (Porto e Braga) e 1 vitória (Sporting). Empates fora e vitória em casa, parece-me positivo.

 

 

Relativamente à “caixa” e suas peripécias, são episódios tristes, realizados por gente triste, de um Clube cada vez mais triste. O banzé que se criou e com a antecedência que foi, não augurava nada de bom. Há dirigentes, e até simpatizantes, que pela mediatização que têm, deviam de ser mais ponderados nas suas declarações (o ódio reconhece-se, também, nas palavras), só lhes ficava bem e o futebol agradecia.

 

Aconselho uma reflexão aos incautos, é que o Sporting participa numa competição europeia e pode calhar em sorte, um clube que também utilize a tão abominada “caixa”, e depois, como é?

 

 

Lá mais a cima, a vida não está fácil. Exibições pobres, resultados comprometedores, muita contestação, alguma violência e dificuldades financeiras. As fracas exibições dos Ucranianos e Bracarenses (estes então, muito longe das exibições conseguidas contra o Sporting e Benfica) têm mantido Vítor Pereira no comando.

 

Mais um jornalista agredido, quando as opiniões não agradam, toma lá disto, porrada no lombo. Não é novidade, já é cena habitual lá para aqueles lados, muitos levaram e com certeza, muitos outros, terão o mesmo destino, as urgências do hospital.

 

As finanças estão em baixa, parece que não há “graveto” para pagar compromissos assumidos (Mangala e Dafour), nem para ordenados (modalidades e futebol profissional). Uns (os alemães) podem recorrer à justiça, outros, contentam-se com confissões anónimas, não vá o diado tecê-las. A brincadeira (Cebolas, Alvaros, Danilos e Mangalas) saiu cara.

 

 

Em resumo;

 

Julgo que o Benfica tem tudo para acabar o ano na liderança do campeonato e da champions.

 

Avizinham-se dificuldades para o Sporting, tem 2 jogos (Porto e Braga) bem complicados, ainda na 1ªvolta. Se a coisa correr bem, continua candidato, caso contrário, poderá acabar o campeonato a discutir o acesso à Europa com o Marítimo.

 

Grande probabilidade de Vilas Boas fazer a 2ª volta na cadeira de sonho. Agora mais rico, numa realidade mais pobre. A isto, chama-se solidariedade.

 

                 

publicado por Tasqueiro às 16:43
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Março de 2011

O derby em tópicos

 

 

  • Roberto ainda não aprendeu a sair aos cruzamentos.

 

  • Correcta a decisão, pénalti bem assinalado.

 

  • Nota para Cardozo. Pénalti = fuzilamento.

 

  • Salvio sofre empurrão dentro da área. Pénalti por assinalar.

 

  • A equipa (nem todos) anda cansada.

 

  • Prefiro Jara do lado direito.

 

  • 3 minutos de descontos. Está de acordo com o n.º de substituições, mas, então e as paragens?

 

  • Golo nos descontos. Sorte ou competência?

 

  • Vitória justa. Quem desiste não merece recompensa.

 

  • Couceiro ridículo. Justifica desaire com ausência de cartão amarelo.

 

  • Rescaldo na tv envolto de azia. Sugiro Renni.

        

 

         

publicado por Tasqueiro às 16:43
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Árbitros em jogo

 

Felizmente, foi um jogo sem qualquer erro de arbitragem com influência directa no resultado final. Ainda houve, quem quis tentar justificar o resultado com o cansaço dos jogadores derivado ao jogo europeu, mas não pegou de tão ridícula que era a desculpa. Temos portanto, um silêncio balsâmico para os lados de Alvalade.

 

Cardozo (a caminho de ser o melhor finalizador estrangeiro de sempre do Glorioso) voltou a marcar, complementando assim, com 2 anexos, o seu pedido de desculpas.

 

Xistra também demonstrou serviço, a quantidade de faltas marcadas tem uma explicação e está directamente relacionada com a quantidade de amarelos mostrados. Pode não ter resultados práticos no imediato, mas vai servir na perfeição para quando nos deslocarmos ao campo de golfe. Até lá, é só uma questão de matemática.

 

 

 

O líder dos árbitros veio a público dar uma resposta ao Benfica. Diz ele que em relação ao jogo com o V. Guimarães, há razão de queixa, mas que os lances são de difícil análise, “a olho nu”.

 

“Ao vivo ficamos com a noção de que é o defesa que joga a bola, mas na televisão percebe-se que o avançado coloca o pé entre a bola e o defesa e este corta a bola e também acerta na perna do avançado. É um lance complicado”. 

 

Também explicou o lance (só viu 1) que beneficiou os andrades, diz ele que o erro deve-se à zona cinzenta, local fora do alcance visual dos árbitros.

 

Com tanta complicação na observação e análise dos lances, talvez os árbitros deviam de adicionar mais umas ferramentas ao arsenal de trabalho. Para alem dos intercomunicadores, acho que deviam de levar um microscópio e óculos infravermelhos. Um permitiria observar situações que não se conseguem ver a olho nu e o outro para enxergar as zonas cinzentas.

 

                     

publicado por Tasqueiro às 14:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Abril de 2010

Depois das comemorações …

 

 

…os, “pobres”, adeptos do anti voltaram à demagogia rotineira.

 

De barriguinha cheia (sempre são 4 golos), e após um jejum (27 jogos sem perder) de mais de 4 meses (desde 22 de Novembro de 2009), têm mais um pretexto, a somar aos muitos já fabricados, para diminuir a qualidade do Benfica e insistir na teoria do andor.

 

Recentes declarações, do Rúben “abençoado por Jesus com 2 dedos” Michael,  falam disso mesmo. Diz ele, que o Benfica “...não será um justo vencedor. Têm uma boa equipa, mas, por isso mesmo, acho que não precisavam de ganhar jogos da forma como ganharam.”

 

Refere ainda, em relação ao seu clube, que “O empate com o Leixões foi determinante. Desviou decisivamente a equipa do título.”

 

Como os lagartos lutam, apenas, pelo acesso à Liga Europa, resta somente um candidato. O Braga.

 

Só para informação, já que o “abençoado” não deve de ver os jogos do Benfica, à semelhança dos seus companheiros, aqui ficam alguns números:

 

  • Em 25 jornadas (-1 que o Braga), temos 20 vitórias (+1 que o Braga);
  • Desses 25 jogos, 8 são goleadas com 4 ou mais golos (1/3 do campeonato);
  • Temos 65 golos marcados (+26 do que o Braga) e 14 sofridos (-4 do que o Braga);
  • Ganhamos a Taça da “cerveja” Liga (Braga eliminado na fase grupos com 1 vitoria e 2 derrotas);
  • Fomos eliminados nos 1/8 final da Liga Europa, pelo Liverpool: 3-5 (Braga eliminado na 3ª pré-eliminatória com o Elfsborg: 1-4).

 

Elucidativo, não?!

 

Realizada a vontade do “papa”, continuou, então, com as suas, próprias, apreciações: “Os castigos do Hulk e Sapunaru tiveram o seu peso, mas não explicam tudo..."

 

Digo suas, porque vão contra aquilo que foi defendido, pelo chefe: “Se o Hulk não fosse castigado, estaríamos no comando ou muito próximo disso.”

 

Não quis perder protagonismo…meteu água. Corajoso o rapaz.

 

Resta  à  equipa  do   Benfica   dar   uma  resposta  à  altura,   indo  ao    “…encontro imediato com a vitória”, como fez Vanessa Fernandes, na 1ª etapa da Taça da Europa de Triatlo.

 

 

No imediato, temos o dérbi.

 

 

                   

      

publicado por Tasqueiro às 13:58
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|

.Rodadas

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.pesquisa

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Jogo a jogo

. Ultima oportunidade

. Ambiguidades

. O derbi contemporâneo

. 9 jogos, 8 finais

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS