Sábado, 13 de Fevereiro de 2016

SoS Benfica

 

Estou farto de ver este filme.

 

O Benfica devia pensar, seriamente em abrir uma unidade de psiquiatria, tal não é a eficácia na recuperação de “doentes” do forro psicológico. É caso de estudo.

 

Num jogo consegue recuperar dois enfermos em simultâneo. Um Porto abatido, com problemas de disciplina e uma confiança nos mínimos, recupera auto-estima e união. Por arrasto, o Sporting que demonstrava sérios problemas de nervosismo agudo, ganha novo folgo e principalmente animo.

 

Não me parece que seja só da responsabilidade do treinador, casos destes já aconteceram com Jesus e os outros que o antecederam. O problema é estrutural o que é preocupante. 

 

É verdade que criamos suficientes oportunidades para ganhar, mas o certo é que voltamos a perder. Entre clássicos e derbies somamos apenas derrotas. Assim não vamos lá.

 

Acorda Benfica.

 

     

publicado por Tasqueiro às 19:01
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

A Taça, o mercado e o folclore

 

Foi em ritmo de treino, mas com muita competência, que o Benfica goleou (5 x 0) o Olhanense e deu mais um passo para a final no Jamor.

 

O clube que se segue é o Rio Ave, nos quartos de final, será a 3ª equipa consecutiva da 1ª Divisão que sai ao Benfica (SP.Braga – 4ª eliminatória e Olhanense – oitavos de final), nesta edição da Taça.

 

Da 1ª Divisão restam, Vitória de Guimarães, Académica, Rio Ave e o Benfica. O FCP também lá está, mas já se encontra nas meias-finais, quando se apanha “pexotes” é assim, anda-se mais depressa.

A outra equipa ainda em luta na Taça de Portugal é o Merelinense, que irá medir forças com o Vitória.

 

 

 

Agora o mercado.

 

Certos estão Jardel (central) e Fernandez (extremo), mas segundo os jornais, ainda estão na calha, alguns com pré-acordos, Carol (lateral), Taiwo (lateral) e Nolito (extremo).

 

A maioria vem em final de contracto, pelo que o Benfica não irá despender muito dinheiro nas aquisições, em todo o caso, não deixa de ser muita “gente” (vencimentos) a juntar aos que já cá estão.

 

Em sentido contrário está Fábio Faria, que foi emprestado ao Valladolid, equipa da 1ª Divisão de Espanha.

 

Pelas entradas, prevejo tempos difíceis para Miguel Vitor (central), Rodrick (central), Sidnei (central), Fábio Faria (central), Cesár Peixoto (lateral – não vai deixar saudades), Urreta (extremo) e um sem número de jogadores da formação, para os quais esta época será a ultima nos juniores.

 

David Luiz deve de estar de saída, Coentrão também e Salvio é uma incognita (preço anda nos 8 milhões), ele é bom jogador, mas valerá o dinheiro?

 

 

Resta o folclore.

 

Chamo-lhe folclore porque não sei como hei-de denominar as afirmações do Vilas Boas.

Diz ele que quer fazer história no futebol português ao ganhar por 3x consecutivas a Taça de Portugal, as ultimas 2 foram vencidas pelo seu clube, e esta, seria a 3ª consecutiva, um facto histórico diz ele.

 

Bem, só se for no clube onde treina, porque no Campeonato português, há mais que um tri, o Benfica consegui-o (nas épocas entre 1984 e 1987) e o Sporting também (1944 a 1948 – na época 46/47 não houve edição da Taça).

Vejam bem que até há, quem tivesse ganho a Taça 4x consecutivas. A proeza é do Benfica, conseguida entre o ano de 1948 e 1953 (na época de 49/50 não houve edição da Taça).

 

Os média são tão competentes, que para além de ainda não terem desmentido Vilas Boas, ainda pactuam com o erro dando-lhe cobertura, com se as afirmações estivessem correctas.

 

Como diria Fernando Pessa, e esta hein?

 

 

                 

publicado por Tasqueiro às 10:38
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Fim do hóquei?

 

Não é uma modalidade da qual seja grande adepto, apesar de, as duas únicas partidas que assisti ao vivo, terem sido na Luz, para ver o Benfica, confesso que era, as competições internacionais e a selecção, que despertava mais a minha atenção. Foram em tempos, já algo distantes, quando o Benfica e a selecção eram bastante competitivas.

 

Vem isto a propósito de uma notícia que veio ontem no jornal A Bola (online), do qual transcrevo uns excertos: 

 

“A direcção do Benfica poderá vir a não inscrever equipas profissionais nos campeonatos nacionais de hóquei em patins na próxima época, que o mesmo é dizer pôr fim à participação dos encarnados no Nacional da I divisão.”

 

“Tudo acabou precipitado pela forma como se desenrolou o caso Caio, que terminou com a derrota administrativa das águias, no jogo da 2.ª jornada, frente à Juventude de Viana, por utilização irregular do avançado Ricardo Oliveira (Caio), depois do Benfica ter consultado o Conselho de Disciplina (CD) da Federação de Patinagem de Portugal (FPP), que por sua vez emitiu um parecer autorizando a utilização do jogador. Apesar de ter perdido o protesto na 1.ª instância (CD), o Viana recorreu para o Conselho de Justiça (CJ), que acabou por declarar a derrota dos encarnados, sendo actualmente quarto classificado da tabela.”

 

“Além disso, o Benfica viu ainda fugir-lhe a organização da final da Taça CERS, quando era o único clube, dos quatro intervenientes, que tinha apresentado uma candidatura. A solução vencedora acabou por ser Torres Novas, sem qualquer ligação desportiva a nenhum dos clubes envolvidos, quando haviam sido dadas garantias de que a Luz seria o palco da final.”

 

 

 

É com alguma tristeza que vejo o Benfica, com intenção de acabar com uma modalidade, onde é, actualmente, o mais vitorioso (23 Campeonatos Nacionais de Seniores e 12 Taças de Portugal) a nível nacional.

 

O Hóquei em patins é também a modalidade, em Portugal, com mais títulos internacionais conquistados, a nível de selecções (15 x Campeão do Mundo e 20 x Campeão da Europa), no entanto, nos últimos 30 anos, Portugal tem vindo a perder a hegemonia internacional.

 

Curiosamente, a hegemonia do hóquei em Portugal, nos últimos 30 anos, tem vindo a ser ganha pelo Futebol Clube do Porto.

 

Para se ter uma ideia da importância do Benfica no hóquei em Portugal:

 

 

1939 – 1949

 

Campeonatos Nacionais   

  • Paço Arcos -------- 6 Títulos
  • Benfica ------------ 3 Títulos
  • Sporting ----------- 1 Títulos
  • H. Sintra ---------- 1 Títulos

 

Campeonatos da Europa (4)

  • 3 Títulos

Campeonatos do Mundo (4)

  • 3 Títulos

 

--------------------------------------------------------

 

 

1950 – 1959

 

Campeonatos Nacionais

  • Benfica ------------ 4 Títulos
  • H. Sintra ---------- 3 Títulos
  • Paço Arcos -------- 2 Títulos
  • C. Orique ---------  1 Título

 

 Campeonatos da Europa (9)

  •  4 Títulos

 Campeonatos da Mundo (8)

  •  4 Títulos

 

 --------------------------------------------------------

 

 

1960 – 1969

 

 Campeonatos Nacionais

  • Benfica ---------- 5 Títulos
  • F. Moçambique- 1 Título
  • GD Cuf ---------- 1 Título
  • DL Marques ---- 1 Título

 (Em 1963 e 1964 não houve campeonato)

 

 

Taças de Portugal (1963 - 1964)

  • Benfica --------------  1 Título
  • Malhangalense ----  1 Título

 

 Campeonatos da Europa (5)

  • 4 Títulos

 Campeonatos da Mundo (5)

  • 3 Títulos

 

-----------------------------------------------------------------

 

 

1970 – 1979

 

Campeonatos Nacionais

  • Benfica ------- ----- 4 Títulos
  • Sporting ----------- 4 Títulos
  • DL Marques ------- 2 Títulos

 

Taças de Portugal (1975 – 1979)

  • Benfica ------------- 2 Títulos
  • Sporting ----------- 2 Títulos
  • Malhangalense ---- 1 Título

 

  Campeonatos da Europa (5)

  •  4 Títulos

Campeonatos da Mundo (5)

  •  1 Título

 

--------------------------------------------------------

 

 

1980 – 1989

 

Campeonatos Nacionais

  • Porto -------------- 6 Títulos
  • Benfica ------------ 2 Títulos
  • Sporting ----------- 2 Títulos

 

Taças de Portugal

  • Porto -------------- 6 Títulos
  • Benfica ------------ 3 Títulos
  • Sporting ----------- 1 Título

 

 Campeonatos da Europa (4)

  •  1 Título

Campeonatos da Mundo (5)

  •  1 Título

 

--------------------------------------------------------

 

 

1990 – 1999

 

Campeonatos Nacionais

  • Benfica ------------ 5 Títulos
  • Porto -------------  3 Títulos
  • O. Barcelos ------- 2 Títulos

 

Taças de Portugal

  • Benfica ------------- 3 Títulos
  • Porto  -------------  3 Títulos
  • OC Barcelos ------  2 Títulos
  • Sporting ------------ 1 Título
  • UD Oliveirense ---- 1 Título

 

 Campeonatos da Europa (5)

  •  4 Títulos

Campeonatos da Mundo (6)

  •  2 Títulos

 

--------------------------------------------------------

 

                  

2000 – 2009

 

Campeonatos Nacionais

  • Porto -------------  9 Títulos
  • O. Barcelos ------  1 Título

 

Taças de Portugal

  • Porto -------------  4 Títulos
  • Benfica ------------ 3 Títulos
  • OC Barcelos ------  2 Títulos
  • HA Cambra -------- 1 Título

 

 Campeonatos da Europa (5)

  •  0 Títulos

Campeonatos da Mundo (5)

  •  1 Título

 

--------------------------------------------------------

 

    

Apesar de todas as dificuldades, que o Benfica tem vindo a sentir na modalidade, no que respeita às divergências com as instituições organizativas (nos últimos anos), o que leva ao desinteresse dos adeptos (eu incluído), devia de fazer um esforço para continuar. A importância da modalidade na história do Benfica e o empenho que tem vindo a realizar, para ter uma equipa competitiva, assim o exigem.

 

     

                                                       

publicado por Tasqueiro às 10:14
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.Rodadas

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.pesquisa

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. SoS Benfica

. A Taça, o mercado e o fol...

. Fim do hóquei?

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS