Quarta-feira, 10 de Agosto de 2016

Justiça no resultado

 

O Benfica conquistou a Supertaça ao ganhar o Braga por 3 bolas a 0. Isto é um facto. O Benfica introduziu a bola dentro da baliza do Braga por 3 vezes, o Braga marcou 0.

 

Fala-se muito, e mal, sobre a justiça deste resultado. Há e tal o Braga teve mais e as melhores oportunidades, lamentam-se.

 

Pois então vejamos:

 

 - O Braga teve 5 oportunidades reais de fazer golo: em 3 delas, Júlio César afastou os remates com os punhos numa outra efectuou, com sucesso, uma saída aos pés de Rafa, e há ainda o falhanço do mesmo Rafa com a baliza totalmente aberta.

 

- O Benfica teve as mesmas 5 oportunidades reais de fazer golo: em 3 delas efectivou-as, outra foi ao poste e houve ainda um falhanço de Cervi, que não foi tão escandaloso como o de Rafa pelo facto de ter o guarda-redes pela frente.

 

Não se trata de justiça ou a falta dela, trata-se sim de uma visão tendenciosa dos factos. Ambas as equipas tiveram 5 oportunidades (total de 10), as melhores 4 foram do Benfica, 3 golos e uma bola ao poste. Factos.

 

Se disserem que o Braga jogou melhor a maior parte do tempo (atenção que o Benfica teve mais posse de bola), até dou de barato, mas o certo é que não foi suficiente. Alem disso, em apenas uma ocasião o golo podia ter efectivamente acontecido, não aconteceu por falta de eficácia (Rafa). Nas restantes oportunidades está o facto de o guarda-redes (Júlio César) ter sido eficiente.

 

Ganha quem marca mais, e se houver mérito nos golos, a justiça é plena.

 

Parece que alguns já se esqueceram que Portugal foi campeão europeu.

 

                               

 

publicado por Tasqueiro às 14:41
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Agosto de 2015

Vitória inconclusiva

 

Excelente inicio do Benfica no campeonato nacional.  Passou por muitas dificuldades em grande parte do jogo, felizmente no fim apareceram os “15 minutos à Benfica”.

Com uma defesa irregular e um ataque pouco esclarecedor, foi Júlio César a garantir o empate nos 60 minutos iniciais. As entradas de Talisca e de Victor Andrade (quem diria) foram determinante e os golos aparecerem, 4 golos em 15 minutos, que deram o lugar no topo da tabela classificativa. A liderança do Benfica alicerçada na utilização de 3 jogadores da Formação é obra.

 

 

Factos do jogo:

 

Mitroglou já marca;

A defesa ainda tem demasiadas falhas, no entanto também teve coisas boas: Júlio César, Lisandro Lopez e Nelson Semedo.

César foi irrepreensível. O Argentino esteve em grande plano (Jardel e Luisão têm concorrência séria).

Nelson muito bem ofensivamente, mas necessita de melhorar defensivamente, os duelos individuais.

No ataque vimos, mais uma vez, um Ola John insuficiente.

Vitor Andrade mostrou como se faz (na declarações finais Rui Vitória esteve bem em proteger os “meninos”, não são vedetas, apenas jovens em progressão).

Talisca deu sinais muito positivos, espero que as boas exibições estejam de volta.

Gaitan é muito importante, assim como Jonas e Júlio César, são peças fundamentais na equipa (se Gaitan sair não vai ser fácil preencher o lugar).

Uma excelente vitória que deu um 1º lugar extremamente útil, só faltam as exibições convincentes.

 

P.S: Perdemos a Supertaça, mas é preciso lembrar que ainda é possível ganhar todos os troféus esta época, haja raça, querer e ambição. Carrega Benfica.

 

              

 

publicado por Tasqueiro às 14:36
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 12 de Agosto de 2014

Ganhar para acalmar histerias

 

Apesar dos incalculáveis artigos opinativos nos jornais e análises diárias em programas desportivos, que vaticinam uma época de dramas e horrores, o Benfica soma e segue em mais uma exibição de grande nível, pecando apenas na finalização.

 

Ganhou a Supertaça sem casos de arbitragem e como um adversário cheio de ânimo que deu tudo o que tinha, o que só valoriza o feito.

 

O estádio encheu (como é costume), o que demonstra que os benfiquistas não deram grande importância à histeria generalizada da comunicação social.

 

A formação é, agora, a nova arma de arremesso. Como só existisse o Benfica, questiona-se o facto de JJ dar mais hipóteses aos jovens estrangeiros do que aos do próprio Clube. Assim de repente ocorre-me o facto de as novas contratações (todas elas) já terem experiência de 1ª divisão nos respectivos países.  

 

Acredito que o tempo dos Nossos (os que estiverem, realmente, à altura) está aí, mesmo ao virar da esquina.

 

             

publicado por Tasqueiro às 09:26
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

Resultado nocivo e irritante.

 

Se há coisa que mais detesto, é dar trunfos aos adversários.

 

Nem é pela Taça, mas sim pela vitória moral que oferecemos, não só aos vencedores, como também aos submissos. 

Este jogo alimentaria, caso vencêssemos,  a desconfiança e a contestação nas hostes andrades. Quanto aos submissos, seria o reviver do ano transacto, o regresso da inquietação e do desânimo. 

 

Num só jogo, Jesus conseguiu destruir todo o entusiasmo e estímulo conseguido na da pré-época.

 

A derrota pode ser explicada com a fadiga, ou com a intranquilidade do guarda-redes, a mudança repentina de táctica, ou até, na soma de todos, mas a responsabilidade é de Jesus.

 

É necessário espicaçar os ânimos, e nós adeptos, podemos e devemos ter um papel importante nesse aspecto. Proponho (aos NN e/ou Diabos e/ou grupo de adeptos) a criação de uma faixa, a expor em todos os jogos (principalmente na Luz e a começar já contra a Académica) a dizer o seguinte:

 

VB 1 x 0 JJ

 

 

O resultado final dependerá de Jesus.

 

 

P.S.: O resultado também pode ser relativo aos golos, nesse caso  2 x 0

 

 

Let the game begin

               

                                      

publicado por Tasqueiro às 11:34
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

.Rodadas

contador de visitas
compteur gratuit
contador de visitas

.pesquisa

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Justiça no resultado

. Vitória inconclusiva

. Ganhar para acalmar histe...

. Resultado nocivo e irrita...

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

blogs SAPO
RSS