Quinta-feira, 17 de Maio de 2018

Balanço e metas

 

O Benfica conseguiu, perante o cenário possível, os mínimos que se exigia, a possibilidade de lutar por um lugar na Champions, e pode agradecer aos lagartos esta justa consolação.

Bruno o presidente, e seus fiéis percorrem o calvário. Após tão auspiciosos momentos de regozijo, sempre céleres a conspurcar e a injuriar o Benfica colhem, agora, o fruto do seu cultivo.

Os profissionais do Sporting foram agredidos no local de trabalho, lamentável resultado da conduta dos seus dirigentes.

 

A maior desilusão foram as palavras do António Costa. A criação de mais um organismo é chover no molhado. Talvez varrer a inocuidade que grassa pelas instituições seja pedir muito, mas haja a moral de evitar mais uma inutilidade. Quiçá aplicar as leis já existentes seja o bastante.

 

Vieira e a estrutura, o Vitória e os seus colaboradores, têm muito que reflectir, ponderar e analisar.

É indispensável reformar os vários sectores da estrutura, com especial cuidado na comunicação do Clube. Afinar o que está bem e erradicar o que está mal. Há profissionais e profissionais, a competência prevalece, mas em caso de equivalência os nossos (Benfiquistas) reúnem maior confiança.

Há que tomar providências, de preferência com maior celeridade que as últimas épocas e dotar a equipa de condições mínimas para voltar a triunfar, cá dentro e lá fora. 

 

    

publicado por Tasqueiro às 09:46
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Plantel - actualização

. Plantel 2018/19

. Balanço e metas

. Autoritarismo

. Exigem-se mudanças

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS