Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

A Taça, o Boicote, o Discurso e a Champions

 

 

A Taça

 

Obrigação cumprida.

 

Kardec deu mostras de estar à altura da titularidade, merece-a.

 

Gaitan jogou, fez jogar e até marcou. Há, quem diga que é na esquerda que deve jogar, outros que é na direita que joga melhor, na minha opinião, julgo que em ambos os lados pode desenrascar, mas o lugar dele é no meio, será o natural substituto de Aimar.

 

Airton deve ter mais oportunidades, só assim estará preparado para alguma eventualidade.

 

 

  

O Boicote

 

Não só concordo com o boicote aos jogos fora da Catedral, como apoio a abertura de uma excepção.

 

Foi com agrado que ouvi a ultima decisão relativa ao jogo contra os andrades, é mais uma pedra na engrenagem da máquina mafiosa. Provavelmente já esfregavam as mãos de contentes, seria a situação perfeita, em casa e sem oposição, vá lá vai! Deliciosa a referência ao “especial two”:

 

Depois de assistirmos, na conferência de imprensa de ontem, a mais uma manifestação de benfiquismo do senhor Villas-Boas - aliás, não há uma única conferência de imprensa em que este não fale do Benfica -, decidimos pedir os bilhetes e retribuir-lhe tamanho entusiasmo” 

 

Neste caso, o boicote só iria beneficiar o infractor, pois seria insignificante o prejuízo que a nossa ausência lhes iria causar. Com casa cheia, mais 2 mil, menos 2 mil, monetariamente é irrelevante.

 

Mas tudo muda quando falamos de clubes mais pequenos, a presença do Benfica é sinónimo de casa cheia (provavelmente a única da época), em muitos dos casos, o suficiente para saldar a época.

 

 

 

O Discurso

 

“Ser do FC Porto era ser o que o FC Porto era: um clube a fechar-se dentro de uma região, a olhar todo o resto de Portugal como um espaço de inimigos em delírio, de mouros a abater. O Benfica dava-me a imagem oposta: a ilusão de um universo sem limite.                                                              


Naquele tempo, ser Benfica era escolher simbolicamente a liberdade. Enquanto os nossos adversários tinham a dirigi-los homens da Legião, deputados da União Nacional, magnatas e burocratas enfeudados no salazarismo, nós, no Benfica, tínhamos presidentes que tinham sido operários e sindicalistas, que tinham sido deportados e perseguidos pela PIDE, que não se resignavam à ditadura, antes pelo contrário.

                                  

Não, o Benfica nunca foi o clube do regime, foi sempre o clube que o regime teve de suportar a contragosto e de que, depois, se apoderou para, na sua propaganda, lhe parasitar a glória. Acusaram-nos de sermos ridículos por ameaçarmos não jogar no Dragão se não nos derem condições de segurança. Ridículos? Só assim, levando essa nossa luta para além dos 3 pontos que estão em jogo, poderemos ganhar o que é preciso ganhar: a batalha por um futebol mais respirável, menos subterrâneo. Onde a viagem a um estádio não se transforme na vertigem de uma intifada com meia dúzia de aprendizes de talibãs escondidos a rirem-se dos vidros partidos, dos desaforos, dos insultos, do sangue talvez.”

 

(Carlos Moía – Presidente da Fundação Benfica)

 

Elucidativo.  

               

 

 

A Champions

 

É necessário pontuar.

 

Um empate não seria mau, mas o objectivo tem de ser a vitória.

 

O meu receio é que o Lyon está em crise, e quando assim é, o Benfica costuma ter atitudes de compaixão e facilitismo.

 

                 

          

publicado por Tasqueiro às 12:13
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 19 de Outubro de 2010
O teu post está repleto de razão, de cima a baixo.

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/10/preocupacao.html
De Anónimo a 19 de Outubro de 2010
Concordo prefeitamente tasqueiro.

Comentar

.pesquisa

.Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Início de época

. A nova época

. Treinador de bancada

. Queda livre

. Sensibilidade e bom senso

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 6 seguidores

blogs SAPO
RSS