Terça-feira, 9 de Novembro de 2010

Mudança necessária e urgente

 

Depois de um resultado negativo é fácil criticar um treinador. No entanto, no caso do clássico, as criticas são justas e bastante pertinentes.

 

Tenho a certeza que, a maioria dos Benfiquistas torceram o nariz quando tiveram conhecimento da equipa titular. Não foi assim há tanto tempo, que Quique era criticado por jogar com as peças fora dos seus lugares, resultando em más exibições e resultados abaixo do exigível, o que culminou no seu despedimento. O que torna a situação ainda pior é, o facto de JJ já ter cometido asneira semelhante (Liverpool), ser um caso recorrente.

 

O resultado foi uma goleada. O “Catedrático” foi, mais uma vez, derrotado pelo “iniciante”. Em 2 jogos, outras tantas derrotas e um acumulado de 7 golos sem resposta, em ambos os jogos, decisivos, perdemos uma Taça e provavelmente um Campeonato.

 

Não sei o que se passa, mas o certo é que JJ tem vindo a ter comportamentos arrogantes, com tiques de vedeta. Essa postura, tem originado um efeito de ricochete e resultado em tiros nos próprios pés. Nunca assume a responsabilidade, dá desculpas esfarrapadas, o que demonstra uma conduta pouco séria, com a agravante de querer passar um atestado de estupidez aos próprios adeptos.

 

Por enquanto, ainda tem alguma margem de manobra, mas terá de rever a sua postura. Admito que seja um bom técnico, mas a sua prepotência tem-lhe tolhido o discernimento. Quero acreditar nesta justificação, porque a outra, resume-se à falta de estofo, e o ano transacto, não ser mais do que pura “tesão do mijo”.

 

Também na parte directiva do Clube há necessidade de rever orientações. Nos discursos, LFV reclama transparência, seriedade, pede união e realça a importância dos adeptos, no entanto, as suas acções são, maioritariamente, contraditórias ao proclamado.

 

As contas do Benfica, depois de um ano de recordes de bilheteira e vendas avultadas (Ramires e Di Maria), deram prejuízo. O passivo aumenta, assustadoramente, todos os anos. E os jogadores são comprados às paletes e sem qualquer tipo de critério.

 

Se a tudo isto somarmos, as relações pouco claras (Angola, Olivedesportos), onde não se distingue o pessoal do institucional, as constantes intromissões na gestão desportiva, e uma crónica desmotivação do Benfica quando defronta o principal adversário interno (os andrades), é razão suficiente para uma mudança necessária e urgente.

 

 

               

publicado por Tasqueiro às 15:06
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 9 de Novembro de 2010 às 18:19
Gostava de saber, afinal onde anda o dinheiro de Ramires e Dí Maria!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/11/balanco-do-13-da-epoca.html
De SPIKE a 15 de Novembro de 2010 às 09:51
Concordo plenamente com tudo o que foi relatado nesta bem escrita cronica!
Um abraço.

Comentar

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Redefinir objectivos

. Quem tem medo compra um c...

. Decepção

. Tempos apreensivos

. 3 pontos

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 4 seguidores

blogs SAPO
RSS