Terça-feira, 19 de Outubro de 2010

A Taça, o Boicote, o Discurso e a Champions

 

 

A Taça

 

Obrigação cumprida.

 

Kardec deu mostras de estar à altura da titularidade, merece-a.

 

Gaitan jogou, fez jogar e até marcou. Há, quem diga que é na esquerda que deve jogar, outros que é na direita que joga melhor, na minha opinião, julgo que em ambos os lados pode desenrascar, mas o lugar dele é no meio, será o natural substituto de Aimar.

 

Airton deve ter mais oportunidades, só assim estará preparado para alguma eventualidade.

 

 

  

O Boicote

 

Não só concordo com o boicote aos jogos fora da Catedral, como apoio a abertura de uma excepção.

 

Foi com agrado que ouvi a ultima decisão relativa ao jogo contra os andrades, é mais uma pedra na engrenagem da máquina mafiosa. Provavelmente já esfregavam as mãos de contentes, seria a situação perfeita, em casa e sem oposição, vá lá vai! Deliciosa a referência ao “especial two”:

 

Depois de assistirmos, na conferência de imprensa de ontem, a mais uma manifestação de benfiquismo do senhor Villas-Boas - aliás, não há uma única conferência de imprensa em que este não fale do Benfica -, decidimos pedir os bilhetes e retribuir-lhe tamanho entusiasmo” 

 

Neste caso, o boicote só iria beneficiar o infractor, pois seria insignificante o prejuízo que a nossa ausência lhes iria causar. Com casa cheia, mais 2 mil, menos 2 mil, monetariamente é irrelevante.

 

Mas tudo muda quando falamos de clubes mais pequenos, a presença do Benfica é sinónimo de casa cheia (provavelmente a única da época), em muitos dos casos, o suficiente para saldar a época.

 

 

 

O Discurso

 

“Ser do FC Porto era ser o que o FC Porto era: um clube a fechar-se dentro de uma região, a olhar todo o resto de Portugal como um espaço de inimigos em delírio, de mouros a abater. O Benfica dava-me a imagem oposta: a ilusão de um universo sem limite.                                                              


Naquele tempo, ser Benfica era escolher simbolicamente a liberdade. Enquanto os nossos adversários tinham a dirigi-los homens da Legião, deputados da União Nacional, magnatas e burocratas enfeudados no salazarismo, nós, no Benfica, tínhamos presidentes que tinham sido operários e sindicalistas, que tinham sido deportados e perseguidos pela PIDE, que não se resignavam à ditadura, antes pelo contrário.

                                  

Não, o Benfica nunca foi o clube do regime, foi sempre o clube que o regime teve de suportar a contragosto e de que, depois, se apoderou para, na sua propaganda, lhe parasitar a glória. Acusaram-nos de sermos ridículos por ameaçarmos não jogar no Dragão se não nos derem condições de segurança. Ridículos? Só assim, levando essa nossa luta para além dos 3 pontos que estão em jogo, poderemos ganhar o que é preciso ganhar: a batalha por um futebol mais respirável, menos subterrâneo. Onde a viagem a um estádio não se transforme na vertigem de uma intifada com meia dúzia de aprendizes de talibãs escondidos a rirem-se dos vidros partidos, dos desaforos, dos insultos, do sangue talvez.”

 

(Carlos Moía – Presidente da Fundação Benfica)

 

Elucidativo.  

               

 

 

A Champions

 

É necessário pontuar.

 

Um empate não seria mau, mas o objectivo tem de ser a vitória.

 

O meu receio é que o Lyon está em crise, e quando assim é, o Benfica costuma ter atitudes de compaixão e facilitismo.

 

                 

          

publicado por Tasqueiro às 12:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 12 de Outubro de 2010

Boicote

 

 

 

 

 

“O prestígio do Benfica é um valor demasiado sério para que alguém se atreva a brincar com o interesse da instituição. O nosso protesto foi o adequado às circunstâncias e o convite que fizemos aos nossos adeptos, para não comparecerem nos estádios dos nossos adversários, é a medida justa para que sejam todos, e não apenas o Benfica, a reagir para pôr fim a uma situação insustentável. Movem-nos razões de legítima defesa.

Compete aos Sócios e adeptos ajudar esta Direcção a lutar pela verdade e pela transparência no futebol português. Comparecer aos jogos fora significa pactuar com o actual estado do futebol português!

 

(Luís Filipe Vieira)

 

 

publicado por Tasqueiro às 11:41
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 6 de Outubro de 2010

Monólogos

 

 

Paciência após o Benfica 1 x 0 Braga

 

“Quando o Benfica marcou o golo começou a gerir o tempo de forma que não é normal numa equipa grande, o que mostra respeito pelo Sp. Braga. Benfica acabou o jogo encostado lá atrás e a queimar tempo.”

 

“Vínhamos com motivação para ganhar e pelo jogo que fizemos a vitória tanto podia cair para os dois lados. Estou satisfeito com rendimento da equipa. Entrámos bem na segunda parte, podíamos ter feito golo e coisas seriam diferentes. Não conseguimos porque Carlos Martins fez grande golo, mas a vitória podia acontecer para o nosso lado.”

 

 

 Villas após o V.Guimarães 1 x 1 Porto

 

“Há um penalty claro. Seria o 2-0 e acabava com o jogo. É um erro declarado que muda o sentido do jogo. Parece-me demasiado claro para deixarem passar. Convém que toda a gente veja, tal como se viram muitas coisas aqui no V. Guimarães-Benfica. Convém ver os penalties que estão para analisar, não há por onde fugir.”

 

“Fico frustrado pela forma como acontece este resultado. Agora será a nossa vez de pedir justiça porque é a segunda vez que há arbitragem escandalosa na Cidade Berço. A arbitragem do Carlos Xistra parece-me decisiva no resultado do jogo. Porque não se faz uma nova análise? Abriu-se o procedente, porque não é agora? Vai-se esperar pela 10.ª jornada? Nessa altura queremos a mesma atenção e o mesmo sentido de culpabilização. Foi o caminho escolhido pelo presidente da Comissão de Arbitragem [Vítor Pereira]. Vamos estar atentos à análise e resumo que vai fazer. Agora vai ou não haver “jarra” para o Carlos Xistra?”

 

“Foi um jogo controlado pelo FC Porto. Houve poucas oportunidades do V. Guimarães e muitas do FC Porto. O empate acabou por deixar a equipa intranquila e penso que sem a expulsão do Fucile teríamos chegado ao 2-1.”

 

   

 

Em ambos os casos, nenhum dos técnicos foi confrontado pelos jornalistas.

 

No caso do 1º, não foi confrontado com a queima de tempo do Braga durante quase todo o jogo, nem com as estatísticas do jogo, que dão clara supremacia do Benfica sobre o Braga (6 oportunidades de golo contra 2).

 

Em relação ao 2º, a situação foi ainda mais constrangedora. Falou de um pénalti que ninguém viu, criticou a expulsão (justa) de Fucile, que peca por tardia, que aliás, devia ter acontecido numa falta cometida dentro dá grande área portista, que todos viram, mas nem ele nem ninguem (jornalistas) comentou.

 

 

                   

publicado por Tasqueiro às 14:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

Co(m)incidências e fenómenos peculiares

 

Kléber recebeu ontem um sinal de que a sua transferência para o FC Porto pode tornar-se uma realidade a breve prazo, depois de o Marítimo ter deixado o avançado fora da lista dos 28 inscritos na UEFA, para as pré-eliminatórias da Liga Europa. É certo que o jogador vem trabalhando à parte, na Madeira, e que nem integrou o estágio dos insulares, no continente, mas este é também um sinal de que se mantém em aberto a possibilidade de Kléber poder vir a transferir-se para o FC Porto.

O acordo entre o clube madeirense e os dirigentes do Atlético Mineiro permanece num impasse devido ao facto de o jogador ter contrato com o Marítimo até Janeiro de 2012 e de o clube brasileiro não ter salvaguardados os interesses madeirenses quando chegou a acordo com o FC Porto.

(OJogo)

 

 

  

As incidências que estão a suceder no Marítimo, relativamente a Kléber, são bastante semelhantes às do Sporting com Moutinho.

 

As semelhanças não são poucas e podem, por coincidência, vir a ter o mesmo resultado.

 

São jogadores de clubes diferentes, jogam em posições diferentes, mas ambos:

 

Entraram em conflito com o clube que representam;

 

Recusam-se a treinar com o plantel;

 

Forçam a saída;

 

Têm interesse no mesmo destino (clube);

 

São cobiçados pelo mesmo clube.

 

 

Incidências coincidentes, que podem terminar de forma idêntica, o ingresso no clube pretendido, que por coincidência é o mesmo.

 

Que coincidência.

 

 

 

 

É o que faz, ler títulos de jornais desportivos, apressadamente

 

De passagem junto a um quiosque leio as gordas de um jornal, e constato que Moutinho, num jogo treino fez 2 assistências para um bis de Falcão.

 

Até aqui tudo normal.

 

Qual não é o meu espanto, quando através de colegas de trabalho, conheço o resultado desse jogo:

 

O FCPorto empata a uma bola, e mais difícil ainda, com 1 golo de Hulk. 

 

Comecei a ter duvidas, o problema era meu, ou os fenómenos não eram exclusivos do Entroncamento.

 

Apressei-me a ir à Net, e tudo ficou mais claro, ou não:

 

O bis de Falcão tinha sido na barra.

 

Ufa que alivio, apenas tinha sido um lapso de leitura.

 

Mas…então e as assistências?

 

Bom, mais vale esquecer, são coisas lá deles, que se entendam, importante mesmo, é o Benfica jogar hoje.

 

 

                                 

publicado por Tasqueiro às 12:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 2 de Julho de 2010

Ocorrências lusitanas

 

Sem nojo, mas malcheiroso

Portugal terminou a navegação.

Resultado sem nojo, mas com opções fedorentas.

A diferença sentiu-se nos homens do leme, onde a orientação e perspicácia venceu o desnorteamento.

Quanto aos artistas, uns melhores que outros, todos se esforçaram … bem, o capitão poderia ter feito mais. Verdade que não o souberam aproveitar, mas nesta “navegação” todos tinham de dar o litro.

 

 

Mourinho defende CR e ataca Simão

Compreende-se a defesa do pupilo, o que fica mal é o ataque a Simão. Nenhum deles esteve bem, mas a defender, se Simão falhou, pelo menos participou.

 

 

James Rodriguez

Está de volta a ofensiva opinativa jornalística.

É a rapidez, a astúcia, o poder negocial, predicados com que o chefe semeia o horror e a tragédia no Campeão.

Seja a opção do jogador, resultante da falta de escolhas, como o desinteresse de concorrentes, a virtude não foge ao dono, até porque, a finalidade é essa, debelar para reinar.

 

 

Os stewards passaram a ser Stewards.

A Liga, mediante proposta do FCPorto e SPBraga (ambos lideres da Comissão Executiva), aprovou em AG, a alteração do estatuto dos stewards, que passam, agora, a ser considerados agentes desportivos.  

 

"Aqui, um boi hoje é negro e amanhã é branco.”

(Ronald Koeman)

 

 

publicado por Tasqueiro às 15:08
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Compra e venda

 

Di Maria

 

É um jogador fantástico num campeonato mais pequeno. Tenho dúvidas quanto ao seu rendimento num campeonato como o espanhol ou italiano. Se me disserem que podemos contratar Di María a um preço acessível, digo  que arrisquem e  o contratem já. Mas se for por um valor exorbitante digo que não porque não gosto  que os meus clubes paguem preços loucos pelos jogadores”.

 (Mourinho ao jornal AS)

 

Pessoalmente, acho que 40 Milhões é um preço bastante em conta, atendendo à qualidade do jogador. Espero que Mourinho pense o contrário, pois será muito importante para a próxima época.

 

 

 

Coentrão

 

É um jogador que se está a destacar muito mas contratar Fábio Coentrão é como contratar um Marcelo português. Prefiro um jogador com outro perfil embora reconheça que é um grande jogador e tem grande margem de progressão”.

(Mourinho ao jornal AS)

 

Como Benfiquista, fico satisfeito e espero que a aposta de Queiroz seja em Duda, pois Coentrão faz parte da minha lista de imprescindíveis para a próxima época.

 

 

 

Luisão

 

Para o centro da defesa Luisão é o favorito do ex-técnico do Benfica,  segundo afirma o diário "As". Por ter trabalhado com Quique Flores em Lisboa, o internacional brasileiro passou a estar no topo da lista do treinador para reforçar os colchoneros.”

(Record)

 

Pouco provável, até porque é um dos jogadores com mais peso no balneário Benfiquista e duvido que troque a Liga dos Campeões pela Euroliga. A dificultar ainda mais, é o facto de ter contracto por mais 2 anos com uma cláusula de 20 Milhões.

 

 

 

David Luiz

 

Apareceu na imprensa, inserido num pacote, a vender ao Real Madrid, juntamente com Di Maria e Coentrão, e que se veio a revelar uma falsa notícia. Contudo, o silêncio de Mourinho inquieta-me.

 

 

                     

publicado por Tasqueiro às 15:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Túneiladas de azia

 

 

A Capa:

 

No Canadá a brincar aos túneis

 

 

A noticia:

 

“… Pena, lá está, que a coisa tenha descambado para cenas de pancadaria entre os jogadores e pena também que a história deste jogo tenha de começar... por aqui, apesar de a confusão nem ter sido nos túneis de acesso aos balneários …

 

(O Jogo)

 

 

Ridículo.

 

              

                       

publicado por Tasqueiro às 14:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

Com que intenção?

 

Qual será a intenção, de um jornal, que no título e no, respectivo, desenvolvimento de uma noticia, expressa uma posição, que não consta nas afirmações do entrevistado.

 

 

O Título:

 

Ameaças a árbitros: «Não faço a mais pequena ideia» de que clube de Lisboa se trata"

 

 

A noticia:

 

O ex-presidente da Liga de Clubes, Hermínio Loureiro, disse esta noite não fazer «a mais pequena ideia» de qual o clube de Lisboa a que pertencem os adeptos constituídos arguidos por suspeitas de ameaças a árbitros de futebol.

«Não faço a mais pequena ideia. Foi Vítor Pereira [presidente da Comissão de Arbitragem] quem me disse que havia árbitros a ser ameaçados através de mensagens de telemóvel. Ameaças dirigidas aos árbitros, às suas famílias e ao próprio Vítor Pereira», disse Hermínio Loureiro, entrevistado na TVI 24.

O presidente demissionário da Liga revelou, então, ter solicitado «uma reunião ao director nacional da Polícia Judiciária, em Dezembro, para que fizessem tudo o que estivesse ao seu alcance para descobrir os autores das ameaças».

Só voltou a ter novidades sobre o caso no dia de hoje. «Quando sai da presidência, em 24 de Março de 2004, não havia qualquer informação sobre esta matéria», referiu, frisando que não pode haver «qualquer tipo de tolerância com violência directa ou indirecta».

 

(A Bola)

 

       

publicado por Tasqueiro às 15:17
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

24 Porquê?

 

«O regresso de Pepe ao trabalho livre com bola pode acontecer ainda na Covilhã, já dia 31, véspera do jogo particular com Cabo Verde. Será o primeiro dos três testes que a Selecção Nacional irá realizar antes da estreia no campeonato do Mundo, marcada para dia 15 de Junho, diante da Costa do Marfim. Carlos Queiroz deixou bem claro que o jogador do Real Madrid não será utilizado em nenhum desses encontros a realizar em Portugal, o primeiro dia 24, contra Cabo Verde, o segundo a 1 de Junho, frente aos Camarões, estando aberta a possibilidade de voltar à competição dia 8 de Junho, já em Joanesburgo, frente a Moçambique. "Se jogará dia 8, não posso dizer, mas está tudo programado para que possamos potenciar o trabalho colectivo dele tanto em Lisboa como, principalmente, na África do Sul", anunciou o seleccionador nacional.”»

(O Jogo)

 

Pelas declarações, Zé Castro é carta fora do baralho.

 

Não percebo a sua integração na lista de convocados.

 

 

                         

publicado por Tasqueiro às 16:58
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Pouco esclarecido

 

Recentemente a PSP de Lisboa em declarações à comunicação social, classificou os acontecimentos (29ª jornada) no Porto de “…menos boa…”.

 

Acho a classificação pouco esclarecedora, fico na duvida se é BOM- ou um SUF+.

  

 

Queiroz explicou a ausência de Quim (34 anos) na convocatória: “Escolhi aqueles que garantem o presente e o futuro. O Quim tem presente, mas menos futuro…”.

 

Fiquei, aqui também, com algumas dúvidas. Será que Deco (32), Liedson (32), Ricardo Carvalho (31), Pedro Mendes (31) ou Paulo Ferreira (31), ficam, desde já, convocados para o Europeu de 2012 ?

 

                           

publicado por Tasqueiro às 10:30
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.posts recentes

. Rivalidade doentia

. Os direitos do Benfica

. Infelizmente...

. “Surpreenderam-nos”

. Redefinir prioridades

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS