Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2015

Atraso comprometedor

 

Rui Vitória tem vindo a falar na sua convicção relativamente à recuperação pontual, diz que estamos ainda no início e falta muito campeonato, no entanto, factualmente tem apenas conseguido dilatar o atraso pontual.

 

Uma primeira parte angustiante para os adeptos, jogou-se pouco e devagar, sem que, por parte do técnico, se visse qualquer reacção para uma alteração da situação. O autocarro madeirense aliado a uma marcação em cima dos jogadores, mais avançados, ia conseguindo eliminar qualquer jogada da equipa do Benfica, que jogava de forma lenta e previsível. Em resumo, na 1ª parte as cautelas levaram a melhor sobre o relaxamento.

 

Uma 2ª parte melhor, no entanto, tudo feito sobre a pressão do resultado. Os jogadores acordaram tarde para a realidade, o adversário utilizou todas as armas ao seu dispor, com faltas sucessivas para cortar jogadas e o antijogo para quebrar o ritmo. Como já era de esperar o árbitro “mandou jogar”.

 

Ainda assim, houve claras oportunidades de golo, faltou a clarividência na altura da finalização. Há dias assim, nada sai bem, por mais que se tente. O passe não sai, o remate vai ao lado ou a recepção é um desastre. Julgo que isso tem uma explicação, é resultado da falta de discernimento. Entregaram a 1ª parte aos interesses dos madeirenses e, quando despertaram na 2ª parte, fizeram de forma sobressalta a correr contra o relógio.

 

O futebol pode ser uma caixa de surpresas, mas o TRI está muito complicado. Era necessário correr muita coisa mal aos outros e quase tubo bem a nós. É certo que o futebol jogado dos rivais é fraco, mas as variáveis num jogo são muitas e esse aspecto têm-lhes sido favoráveis.

 

Resta esperar que a luta nos bastidores faça um deles tombar e, nessa altura, aproveitar para concretizar a ultrapassagem. O acesso à Champions é indispensável e na recta final, se a distância para o líder for atingível, com a pressão, tudo pode acontecer. 

 

                        

publicado por Tasqueiro às 15:19
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 27 de Abril de 2015

A montanha pariu um rato

 

A comunicação social criou grande expectativa, talvez pelo desejo de um resultado desfavorável ao Benfica, ficando assim com mais matéria para vender. Saiu furado.

 

O suposto jogo do Título foi uma decepção. Ambas as equipas estiveram mais interessadas em não deixar jogar.

 

Os portistas a precisarem de ganhar, apresentaram uma equipa cheia de jogadores defensivos, demonstrando que a propriedade era não perder e tentar marcar através de um rasgo de génio de Jackson.

 

O Benfica apresentou a mesma equipa de sempre, com Talisca no lugar do lesionado Sálvio. Pequena alteração que fez toda a diferença. Talisca foi o pior jogador em campo, no entanto foi dele o lance de maior perigo (remate de cabeça que passou muito perto da baliza). Talvez a pior exibição do Benfica, este ano, no Estádio da Luz.

 

 Resumindo:

 

Num total de 11 remates, os guarda-redes tiveram de efectuar 3 defesas, todas com baixou grau de dificuldade.

 

Os cartões (9 amarelos) foram todos bem mostrados, com particular destaque para a simulação de Gaitan (tirou-me do sério). Jackson escapou ao 2º amarelo quando rematou à baliza do Benfica com o jogo parado.

 

Porto com mais posse de bola (55%), mais cantos (3x1), mais foras-de-jogo (7x0), mais faltas cometidas (25x17) e mais cartões (5x4).

 

Benfica com mais remates (6x5) com direcção à baliza (2x1) e com perigo (2x1).

 

Foi um jogo fraco com um resultado justo (0x0), favorável ao Benfica.

 

Faltam 4 jogos, o Benfica tem mais 3 pontos que o concorrente directo ao Titulo e a vantagem nos resultados dos jogos entre si.

 

                       

publicado por Tasqueiro às 14:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015

O derbi contemporâneo

 

Quis o destino que o Benfica marcasse o golo do empate aos 92+1. Sendo o primeiro, um número "fetiche" dos lagartos, não deixa de ser cómica a coincidência de o outro, estar associado ao sócio, na altura, concentradíssimo.

 

Num jogo com excesso de coração, praticamente não se jogou futebol. O Sporting deu tudo, mas só conseguiu marcar aproveitando um erro do adversário. O Benfica jogou no erro, só pecou por ter errado também.

 

Não sei se seria diferente para melhor, mas já que o objectivo era jogar na espectativa, e tendo um elemento a menos no meio campo relativamente ao adversário, preferia ter Talisca, ou mesmo Pizzi, em vez de Lima. Jonas, no melhor lance do jogo (A.Almeida), teria atirado à baliza em vez de servir o companheiro de ataque.

 

Infelizmente os petardos continuam, com a agravante de serem arremessados contra pessoas, situações recorrentes de maus comportamentos, que já devia de ter sido resolvidos à boa maneira inglesa. Os dirigentes do Sporting protestam, em vez disso devia olhar-se ao espelho e deixar-se hipocrisias. O problema é geral e não há ninguém que faça o quer que seja para o resolver. Não basta dizer que quer ou vai fazer, exige-se actos.

 

Os dois próximo jogos são com o mesmo Clube, apesar de o Benfica ir apresentar equipas substancialmente diferentes, o resultado quer-se o mesmo, vitórias. De preferência com nota artística.

 

                        

publicado por Tasqueiro às 17:01
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

O dérbi, o mercado e o plantel

 

Desiludido com o Artur, porque foi determinante no golo do adversário. Não tem condições psicológicas para continuar no Benfica. É bom entre os postes, mau com os pés e péssimo nas saídas aos cruzamentos.

Desiludido com Jesus, porque quando mexeu na equipa, fê-lo mal e tarde. Com a substituição perdeu o meio-campo, que já estava em perca, e nada acrescentou ao ataque. Os últimos minutos foram penosos.

Desiludido com a exibição geral da equipa, na consistência da posse de bola e na finalização.

 

Fechou o mercado de transferências em Portugal, no Benfica entraram: Samaris(médio centro/defensivo de 25 anos, proveniente do Olympiacos), Cristante(médio defensivo/centro de 19 anos, proveniente do Milan) e Oliver Sarkic(avançado de 17 anos, proveniente do Anderlecht). Sílvio vai permanecer por mais um ano. Duvido que Oliver seja o avançado pretendido (certamente uma aquisição para a Equipa B) por Jesus.

 

Provável plantel para a Champions:

 

 

  

Para consumo interno há que contar ainda com Benito, além dos lesionados Sulejmani e Fesja.

 

           

publicado por Tasqueiro às 12:49
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013

Insuficiente

 

A divisão de pontos deixa o Benfica em maus lençóis. O resultado apenas favorece o adversário, que com os mesmos pontos (Setúbal é mais um passeio), fica com a vantagem de ter empatado fora. É facto que ainda falta muito campeonato, mas também é verdade que é o Benfica que tem as deslocações mais difíceis, Braga e Porto.

 

Relativamente aos casos do jogo, é claro que para a comunicação social só existem as faltas de Maxi e Matic. Mas se analisarmos o jogo desde o início, verificamos que tanto Moutinho, como Fernando e Mangala fizeram faltas (algumas agressões) para cartões. Moutinho com 8 faltas cometidas foi o mais caceteiro do jogo.

 

Restam os fora-de-jogo mal assinalados. Ainda não consegui verificar nenhum o que é estranho. Até agora só vi as faltas de Matic e Maxi, as de Moutinho, Mangala e Fernando, zero. O Benfica é persona não grata na comunicação social (Tv`s em particular).

 

Julgo que JJ, mais uma vez, não esteve à altura do jogo. Sem pressão avançada e em inferioridade numérica no meio-campo, torna-se mais dificil. 

 

No fim, mónologos com muito ódio. Nomes como Paulinho Santos, Jorge Costa e Bruno Alves (para mencionar os melhores) já foram esquecidos há muito.  

 

                   

publicado por Tasqueiro às 11:07
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2012

Resultados condicionados

 

O jogo para a Champions, em Glasgow, terminou num empate. Apesar de alguns iluminados considerarem um mau resultado, julgo que nas condições (ausência de 2 titulares da defesa, por castigo e mais outros 2, que foram vendidos) com que o Benfica foi jogar e do historial naquele Estádio, trata-se de um resultado positivo.

 

Em Coimbra mais do mesmo. São sistemáticos estes erros nos inícios das temporadas.

 

Sistemáticos, são também, as análises efectuadas nos programas desportivos, nestas ocasiões. Os lances são sempre de difícil análise (dá-se o benefício da dúvida ao árbitro) e há outros que nem figuram nas observações, como o penalty óbvio sobre o Nolito.

 

Certo é que a Académica, sem criar perigo, marcou dois golos. Não foram as oportunidades perdidas, como alegam os iluminados, que resultaram no empate, foram os pénaltis inexistentes que fizeram a diferença.

 

Relativamente aos resultados económicos do Benfica, não sou entendido na matéria, mas o passivo deixa-me inquieto. Reduzir compras e apostar na formação (como diz Vieira) é o caminho a seguir, falta é passar aos actos. Matéra-prima existe, de cabeça lembro-me de Miguel Rosa, André Gomes, Cancelo, Luís Martins, Carole, Urreta e Mora, todos jogadores de selecção.

 

               

publicado por Tasqueiro às 13:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011

Ainda muitas duvidas

 

Depois de um início desastroso no campeonato, o Benfica continua intermitente.

 

Espero que se faça luz na cabecinha do JJ, o mais rápido possível, antes que seja tarde demais e todos nós sabemos que, no campeonato portoguês, o tarde vem cedo (não sei se me faço entender).

 

Na Holanda foi melhor o resultado do que exibição. Podia ter sido melhor, mas não podemos esquecer que Artur evitou o pior.

 

Seria conveniente o Capdevila começar a jogar (a próxima jornada se faz favor), além da sua maior qualidade irá dar, essencialmente, mais experiencia a uma defesa ainda por consolidar.

 

 

         

publicado por Tasqueiro às 11:57
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Março de 2011

Cautelas

 

O Benfica venceu o PSG, não pelos números desejáveis, mas pelo resultado mínimo, se não fosse o golo sofrido, poderia considerar-se um bom resultado, assim, ficamos pelo razoável. Aguardam-se muitas dificuldades em Paris, será necessário muita concentração e espírito de sacrifício, é imperativo alcançar um bom resultado, os Benfiquistas (sempre presentes) merecem-no.

 

Contra o Portimonense, um empate, com Nuno Gomes e alguma sorte à mistura. JJ optou por fazer descansar a maioria dos jogadores mais utilizados, com excepção de Aimar, Jara (titulares), Gaitan e Salvio, que entraram na 2ª parte.

 

Aprovo o desprezo dado ao campeonato nacional, só não concordo com a táctica utilizada. É fácil de ver que não temos alas de substituição, sobretudo no lado direito.

 

A luta inglória pelo campeonato estava a desgastar a equipa, tanto física como psicologicamente, já era tempo de tomar uma posição, lutar pelo atingível e descartar o impossível.

 

 

 

Depois da destruição das casas do Benfica, das pedradas ao autocarro, dos isqueiros, das bolas de golfe, das ofensas e provocações, surgem agora as agressões. O Vice-presidente do Benfica foi agredido por dois indivíduos, só porque defende o Glorioso num programa desportivo.

 

Já sabemos que, da parte da direcção dos clubes, nem no Porto nem em Braga há preocupações, julgo até, que iniciativas deste género são muito bem recebidas e até incentivadas sem qualquer tipo de pudor. Esperava-se um pouco mais da comunicação social, mas mesmo sendo capa da bola, não causou grande interesse aos comentadores da praxe. Até houve quem tocasse no assunto, não para condená-lo, mas para enunciar “preocupações” (insinuações) com a integridade física de Pinto da Costa.

 

Provavelmente aguardam por algum desacato na Luz, para se manifestarem, com certeza muito críticos e preocupados, quem sabe até sugerindo a realização de um debate nacional sobre o assunto.

 

 

 

LFV também tem culpas no cartório. Não consegue separar os interesses pessoais dos institucionais. O apoio a Fernando Gomes, a presença constante do Oliveira em eventos do Benfica, a defesa de António Salvador (depois do que se passou em Braga), entre outras, só prejudica o Clube e apoquenta os benfiquistas.

 

Quem brinca com o fogo sujeita-se a ser queimado.

 

 

              

publicado por Tasqueiro às 16:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

É nos momentos mais difíceis …

 

Foi um fim-de-semana de plena dedicação ao Benfica.

 

Começou no Sábado com a ida à Luz, para assistir ao Benfica x Trofense, depois, um Domingo em cheio, novamente na Catedral, Benfica x Guimarães (juniores) e, logo de seguida, uma correria para Pavilhão ver o Benfica x andrades (Hóquei).

 

 

Benfica 2 x 2 Trofense

 

Jogo, que só serviu para confirmar que Quique, não serve e deve sair já (venha Diamantino).

 

A partida começou com Di Maria (Ala) a jogar no meio campo e Aimar (n.º 10) a jogar na Ala, simplesmente ridículo.

 

Nas substituições, manteve a bitola. A única que se pode aceitar foi a troca de Urreta por Balboa (que até esteve bem…finalmente), as restantes, foram incompreensíveis: C. Martins por Yebda (o que queria fazer? Defender o resultado?) e Di Maria por Mantorras. Compreendo a entrada do avançado, mas tirar um jogador, que apesar de por vezes ser inconsequente, era um dos que mais bolas fornecia ao ataque. Aqui aceitava a troca por Martins ou Ruben (não esteve ao seu nível).

 

Relativamente ao desempenho da equipa, continua a demonstrar pouca fluidez, lentidão de procedimentos e ausência total de estratégia, principalmente nas bolas paradas. É caso para questionar o que fazem nos treinos.

 

A arbitragem não surpreendeu. Aceitável na 1ª parte, medíocre na 2ª. Aimar sofria faltas, o árbitro mandava seguir, quando Aimar fez uma falta (idêntica a muitas outras que sofreu), mostrou amarelo. Gostava de ver o árbitro a explicar, o facto de o Benfica ter mais posse de bola e muitos mais ataques, consegue, no fim, ter mais faltas (contra) assinaladas. No estádio fiquei com dúvidas, mas pareceu-me que Luisão sofreu falta dentro da área do Trofense (pénalti) no seguimento de um pontapé de canto e que o 2º golo do Trofense, é precedido de duplo fora-de-jogo.

 

 

Benfica 0 x 0 Guimarães (juniores – 1ª jornada da fase final))

 

A equipa de Guimarães veio à Luz jogar para o empate. Na 1ª parte ainda jogou, na 2ª só defendeu. Autocarro à frente da baliza, muita simulação de faltas, com os jogadores a permanecerem muito tempo deitados no relvado e excessiva demora na reposição da bola em jogo.

 

A equipa do Benfica, podia ter ganho, tiveram muitas oportunidades para marcar e só não o fizeram, graças a uma grande exibição do guarda-redes vitoriano.

 

 

Benfica 3 x 4 andrades (hóquei em patins)

 

Grande ambiente no Pavilhão.

 

Jogo bastante intenso, o Benfica adiantava-se no marcador e os andrades empatavam, foi sempre assim até ao 3 x 3, a acabar a partida, o balde de água fria, uma falta de concentração e os andrades marcaram. O Benfica ficou, assim, arredado da luta pelo título.

 

Não percebo muito desta modalidade, mas fiquei com a sensação de que no 3º golo do adversário, havia um jogador andrade a obstruir o nosso guarda-redes.

 

Sinto que temos, de novo, uma grande equipa e isso nota-se no ressurgimento da selecção.

 

                                  

publicado por Tasqueiro às 16:05
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 29 de Março de 2009

A selecção de Queiroz

 

Uma verdadeira “montra” de jogadores, a equipa que jogou, no passado Sábado, contra a Suécia.

 

Na minha opinião, o seleccionador fez tudo para expor toda a “mercadoria”, colocando Pepe a trinco (assim sobrou um lugar na defesa) e deixando Nelson no banco, quando Bosingwa se lesionou.

 

A “malta” agradece,

 

A selecção foi recebida este domingo com aplausos de algumas dezenas de adeptos à chagada ao treino no Estádio de Pedroso, em Gaia.

 

(In Record)

 

                     

 

publicado por Tasqueiro às 22:20
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. É preciso mais

. Decepção angustiante

. Decepção total

. Pré-época – 5º Jogo (Inte...

. Pré-época – 4º Jogo (Inte...

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 6 seguidores

blogs SAPO
RSS