Quinta-feira, 4 de Junho de 2015

Assombroso

 

Ontem brincava eu com as notícias de que Jesus estaria a caminho do Sporting. Num clube em dificuldades financeiras, cuja reestruturação (perdão bancário) efectuada recentemente foi como pão para a boca, era quase impossível sequer supor (há quem o tenha feito, provavelmente já sabia de alguma coisa) uma situação destas. Mas aconteceu. Só espero que Gaitan, Maxi e Jonas não façam parte desta equação, ehehehe.

 

Jesus não quis fazer parte do novo projecto de Vieira (acredito que financeiramente fosse nos mesmos moldes, tal como o referiu na ultima entrevista), porque o paradigma desportivo vai mudar, menos compras de vulto e mais apostas na formação. A "ambição" de Jesus não coaduna com essa orientação daí, foi de malas aviadas para Alvalade. Quer isto dizer que o investimento para os lados do Lumiar ainda agora começou.

 

Como o dinheiro não aparece por magia, ele terá de vir de algum lado. Segundo consta, vem direitinho de rapaziada com ligações ao "extinto" BES. Como esta gente não brinca em serviço, suponho que o centro de decisão mudou, foi literalmente comprado. Bruno de Carvalho será, daqui para a frente, um mero figurante na SAD sportinguista.

 

A saída de Jesus não me afecta, nem sequer o caminho que escolheu, o que me inquieta é o nome que consta para o substituir. Pessoalmente Klopp (ex-Borussia) é o preferido, na lista também está Marco Silva, qualquer outro português será, no meu entender, um grande risco (relativamente aos adeptos) para Vieira e isso é péssimo para o futuro do Benfica.

 

                  

publicado por Tasqueiro às 14:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

O dérbi, o mercado e o plantel

 

Desiludido com o Artur, porque foi determinante no golo do adversário. Não tem condições psicológicas para continuar no Benfica. É bom entre os postes, mau com os pés e péssimo nas saídas aos cruzamentos.

Desiludido com Jesus, porque quando mexeu na equipa, fê-lo mal e tarde. Com a substituição perdeu o meio-campo, que já estava em perca, e nada acrescentou ao ataque. Os últimos minutos foram penosos.

Desiludido com a exibição geral da equipa, na consistência da posse de bola e na finalização.

 

Fechou o mercado de transferências em Portugal, no Benfica entraram: Samaris(médio centro/defensivo de 25 anos, proveniente do Olympiacos), Cristante(médio defensivo/centro de 19 anos, proveniente do Milan) e Oliver Sarkic(avançado de 17 anos, proveniente do Anderlecht). Sílvio vai permanecer por mais um ano. Duvido que Oliver seja o avançado pretendido (certamente uma aquisição para a Equipa B) por Jesus.

 

Provável plantel para a Champions:

 

 

  

Para consumo interno há que contar ainda com Benito, além dos lesionados Sulejmani e Fesja.

 

           

publicado por Tasqueiro às 12:49
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Junho de 2013

Formação Benfica

 

Gostava de entender a política de formação do Benfica.

 

Miguel Rosa foi considerado melhor jogador da 2ª Liga nas épocas 2010/11 e 2011/12. Esta época, além de ter sido o melhor marcador da equipa e o 2º melhor do campeonato, foi ainda considerado o melhor jogador dos meses de Agosto, Setembro, Outubro, Novembro, Janeiro, Fevereiro, Março e Abril.

 

Pois bem, segundo a comunicação social (o Benfica não informa nada) o jogador de 24 anos vai ser emprestado ao Belenenses.

 

Verdade ou mentira não sei, mas há mais, a Equipa B vai ter mais saídas (maioria por empréstimo) e duvido que seja para a equipa principal. Segundo a concorrência (do Benfica site, Jornal Benfica e Benfica TV), alguns até já têm destino, vão ser adversários da sua antiga Equipa.

 

E esta hein?!

 

             

publicado por Tasqueiro às 15:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2012

O meio campo

 

Com a venda dos dois médios titulares, do Benfica, um defensivo (Javi) o outro um box to box (Witsel), iniciou-se uma discussão em volta das alternativas.

 

Como é costume, tudo o que rodeia o Benfica é, como diz a minha filha: “mega” empolado. Todos têm a sua opinião (algumas bastante duvidosas) e não deixam de as expor nas suas habituais crónicas escritas ou orações televisivas.

 

Lembro-me de ler e ouvir que, por exemplo, a contratação de Javi era uma aposta de risco, que era muito jovem, que ainda não tinha jogado ao mais alto nível e que o dinheiro dado por ele era um exagero, que mais valia apostar na formação, e por aí adiante. O mesmo foi dito em relação a Witsel (neste momento é Ola John o alvo). Agora, vêem estes senhores (sem sequer reconhecerem erros de avaliação nas ditas opiniões), lançar descrédito sobre as alternativas aos jogadores que saíram.

 

Tratando-se de dois médios defensivos (Witsel com pendor ofensivo), não consigo perceber a polémica em redor das alternativas ofensivas. Reconheço as dificuldades em relação ao sector defensivo, mas não compreendo as dúvidas em relação ao sector ofensivo.

 

Aimar, Carlos Martins e Bruno César são médios de pendor ofensivo, são de qualidade reconhecida, havendo ainda o Gaitan e o Enzo Peres cujo lugar não lhes é desconhecido. Temos 5 alternativas para o meio campo ofensivo, que ainda pode ser reforçado com Miguel Rosa (Capitão do Benfica B) em grande forma.

 

Relativamente à zona defensiva, temos Matic e alguns jovens da equipa B, nomeadamente André Almeida e André Gomes, que estão a fazer um belíssimo campeonato. Neste caso, Matic dá garantias, ficando a dúvida relativamente aos outros dois, se efectivamente têm “arcaboiço” para jogarem na equipa principal do Benfica, nomeadamente em jogos para a Champions, caso Matic não esteja disponível.

 

É muito bonito e cai bem vir reivindicar uma liga com mais jogadores portugueses, pedir oportunidades para os jovens e criticar as paletes de estrangeiros que dão entrada todos os anosem Portugal. Acho, por isso, de uma grande hipocrisia todo este folclore em torno deste assunto, em que passam um atestado de incompetência aos jogadores portugueses, batendo constantemente na tecla da falta de alternativas para o meio campo e da necessidade do Benfica ir ao mercado.

 

 

          

publicado por Tasqueiro às 14:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 8 de Agosto de 2012

Jornalista mal informado

 

Li num pasquim qualquer, uma notícia que abordava a “maquia” já gasta pelo Benfica em aquisições (este ano), dando ênfase ao avultado (sem confirmação) valor dado por Salvio. Nesse mesmo artigo, era ainda referido que o Benfica ainda não tinha vendido qualquer jogador.

 

Vi logo que se tratava de um jornalista mal informado. Assim, dentro do consegui apurar, vou tentar actualizar esse Senhor.

 

Informa-se, para os devidos efeitos, que o Benfica já efectuou algumas vendas, nomeadamente 5, que proporcionaram a entrada de 7.850.000 €, que somado ao valor dos empréstimos supera os 8,5 Milhões de Euros.

 

Vendas:

  • Eder Luís = 1.500.000,00 €
  • Filipe Bastos = 1.500.000,00 €
  • Yartey = 2.000.000,00 €
  • Wass = 2.500.000,00 €
  • Capdevilla = 350.000,00 €

 

Empréstimos:

  • Filipe Menezes = 100.000,00 €
  • Airton = 300.000,00 €
  • Jara = 350.000,00 €

 

A estes ainda acresce os empréstimos de Nelson Oliveira e Roderick ao Deportivo da Corunha, dos quais não tenho qualquer informação.

 

                

publicado por Tasqueiro às 17:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 2 de Agosto de 2011

Capacidade de influência

 

Segue-se mais uma novela à portuguesa, com as raposas e os carneiros do costume.

 

O homem mais perseguido do país deu lucro e isso é inadmissível.

 

Foi investigada a sua compra e será, com certeza, esmiuçada, até ao tutano, a sua venda.

 

 

Há outros, que passam nos intervalos da chuva.

 

       

publicado por Tasqueiro às 12:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 1 de Agosto de 2011

8,6 Milhões

 

 

Eheheheh, estou que nem me posso para ver certas reações.

 

 

    

publicado por Tasqueiro às 21:41
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

Apreensões

 

 

Começando pelas notícias de ultima hora, tenho a dizer que não estou nada satisfeito com o negócio David Luiz.

 

O rapaz é novinho, com uma margem de progressão enorme, e já era titular indiscutível do Benfica e da Selecção do Brasil.

 

A cláusula era de 50 Milhões € e pelas notícias na altura do defeso (valem o que valem) houve uma oferta a rondar os 30 M €.

 

O negocio fez-se por 25 M € mais um jogador, que dizem valer 5 M €, mas que foi comprado o ano passado por valores muito inferiores a isso, sendo que a sua valorização parece-me muito exagerada, pois estava emprestado a um clube modesto da Liga Holandesa.

 

As contas do Benfica devem andar pela hora da morte, pois o encaixe é fraquinho (o Benfica não detinha os 100% do passe e há ainda o Clube de formação que também tem de receber alguma coisa) e o timing é péssimo.

 

O que mais me irrita são os discursos do LFV. “…as cláusulas são para cumprir…”; “…o Benfica não está em saldos…”; “…as contas estão controladas…”, etc, etc.

 

Não sabemos os termos do pagamento, mas mesmo que seja pago a pronto, dos 25 M € temos, forçosamente, de retirar 6,25 M € relativos a 25% do passe vendido (julgo ser essa a percentagem), mais uns 2 M € para pagamento de formação, ficamos com a módica quantia de 16,75 M €.

 

A conversa do descontente comigo não pega, só tinham de aumentar o ordenado ao rapaz, nem que fosse para os níveis dos mais bem pagos do plantel (não deve de ir ganhar muito mais), até porque ele era um dos jogadores mais importantes do plantel.

 

Como o facto está consumado, resta ter esperança (e eu tenho muita) no Sidnei e esperar que o Matic seja, realmente, uma mais valia, muito embora, para o lugar já cá temos o Javi e Airton. Espero que Javi não esteja já apalavrado para sair no fim da época.

 

 

 

Outro assunto preocupante está relacionado com a FPF. 70% dos votos não chegaram para fazer passar os novos estatutos, ganhou a minoria e não é preciso pensar muito para saber quem está por detrás disto, basta ver quem esteve ausente da reunião.

 

Continuamos na ilegalidade e já deve de haver Clubes de outros Campeonatos a esfregar as mãos de contentes, pois as competições europeias estão mesmo ali à mão de semear.

 

A Selecção pode fechar as portas, pois não vai haver competição para ninguém.

 

Aguardemos as decisões da FIFA e da UEFA, estes não brincam ao dirigismo e as pressões de outras federações têm o seu peso.

 

A confirmar-se estes "castigos", gostava de saber quem vai ser responsabilizado. 

                    

 

                   

publicado por Tasqueiro às 12:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2011

A Taça, o mercado e o folclore

 

Foi em ritmo de treino, mas com muita competência, que o Benfica goleou (5 x 0) o Olhanense e deu mais um passo para a final no Jamor.

 

O clube que se segue é o Rio Ave, nos quartos de final, será a 3ª equipa consecutiva da 1ª Divisão que sai ao Benfica (SP.Braga – 4ª eliminatória e Olhanense – oitavos de final), nesta edição da Taça.

 

Da 1ª Divisão restam, Vitória de Guimarães, Académica, Rio Ave e o Benfica. O FCP também lá está, mas já se encontra nas meias-finais, quando se apanha “pexotes” é assim, anda-se mais depressa.

A outra equipa ainda em luta na Taça de Portugal é o Merelinense, que irá medir forças com o Vitória.

 

 

 

Agora o mercado.

 

Certos estão Jardel (central) e Fernandez (extremo), mas segundo os jornais, ainda estão na calha, alguns com pré-acordos, Carol (lateral), Taiwo (lateral) e Nolito (extremo).

 

A maioria vem em final de contracto, pelo que o Benfica não irá despender muito dinheiro nas aquisições, em todo o caso, não deixa de ser muita “gente” (vencimentos) a juntar aos que já cá estão.

 

Em sentido contrário está Fábio Faria, que foi emprestado ao Valladolid, equipa da 1ª Divisão de Espanha.

 

Pelas entradas, prevejo tempos difíceis para Miguel Vitor (central), Rodrick (central), Sidnei (central), Fábio Faria (central), Cesár Peixoto (lateral – não vai deixar saudades), Urreta (extremo) e um sem número de jogadores da formação, para os quais esta época será a ultima nos juniores.

 

David Luiz deve de estar de saída, Coentrão também e Salvio é uma incognita (preço anda nos 8 milhões), ele é bom jogador, mas valerá o dinheiro?

 

 

Resta o folclore.

 

Chamo-lhe folclore porque não sei como hei-de denominar as afirmações do Vilas Boas.

Diz ele que quer fazer história no futebol português ao ganhar por 3x consecutivas a Taça de Portugal, as ultimas 2 foram vencidas pelo seu clube, e esta, seria a 3ª consecutiva, um facto histórico diz ele.

 

Bem, só se for no clube onde treina, porque no Campeonato português, há mais que um tri, o Benfica consegui-o (nas épocas entre 1984 e 1987) e o Sporting também (1944 a 1948 – na época 46/47 não houve edição da Taça).

Vejam bem que até há, quem tivesse ganho a Taça 4x consecutivas. A proeza é do Benfica, conseguida entre o ano de 1948 e 1953 (na época de 49/50 não houve edição da Taça).

 

Os média são tão competentes, que para além de ainda não terem desmentido Vilas Boas, ainda pactuam com o erro dando-lhe cobertura, com se as afirmações estivessem correctas.

 

Como diria Fernando Pessa, e esta hein?

 

 

                 

publicado por Tasqueiro às 10:38
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Julho de 2010

Ocorrências lusitanas

 

Sem nojo, mas malcheiroso

Portugal terminou a navegação.

Resultado sem nojo, mas com opções fedorentas.

A diferença sentiu-se nos homens do leme, onde a orientação e perspicácia venceu o desnorteamento.

Quanto aos artistas, uns melhores que outros, todos se esforçaram … bem, o capitão poderia ter feito mais. Verdade que não o souberam aproveitar, mas nesta “navegação” todos tinham de dar o litro.

 

 

Mourinho defende CR e ataca Simão

Compreende-se a defesa do pupilo, o que fica mal é o ataque a Simão. Nenhum deles esteve bem, mas a defender, se Simão falhou, pelo menos participou.

 

 

James Rodriguez

Está de volta a ofensiva opinativa jornalística.

É a rapidez, a astúcia, o poder negocial, predicados com que o chefe semeia o horror e a tragédia no Campeão.

Seja a opção do jogador, resultante da falta de escolhas, como o desinteresse de concorrentes, a virtude não foge ao dono, até porque, a finalidade é essa, debelar para reinar.

 

 

Os stewards passaram a ser Stewards.

A Liga, mediante proposta do FCPorto e SPBraga (ambos lideres da Comissão Executiva), aprovou em AG, a alteração do estatuto dos stewards, que passam, agora, a ser considerados agentes desportivos.  

 

"Aqui, um boi hoje é negro e amanhã é branco.”

(Ronald Koeman)

 

 

publicado por Tasqueiro às 15:08
link do post | comentar | favorito

.pesquisa

.Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
29

.posts recentes

. Redefinir objectivos

. Plantel 2019/20

. Pré-época – 4º Jogo (Inte...

. Actualidades

. Plantel - actualização

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 6 seguidores

blogs SAPO
RSS