Quarta-feira, 21 de Abril de 2021

Abrir os olhos

 

Após algum tempo de ausência neste espaço, volto à escrita preocupado com o comportamento da equipa e principalmente com a sua formação para a próxima época. Infelizmente o Campeonato já foi e o 2º lugar não depende apenas de nós, resta assegurar o último lugar de acesso à Champions e começar a pensar seriamente na próxima época.

 

Para isso é imperioso que a equipa seja mais acutilante, esforçada, inteligente (pressão alta chega a ser caricata) e que pratique um futebol simples, com maior aproveitamento das alas. Há um défice de competitividade que Jesus tem de resolver.

 

Não fui apologista do regresso de Jesus ao Benfica, acho que é um treinador demasiado presunçoso e fraco na gestão do plantel. Infelizmente os indícios vão no sentido da sua continuação.

 

Relativamente à próxima época, inquieta-me algumas notícias que têm saído na comunicação social, a saída de alguns dos melhores e mais importantes jogadores do plantel do Benfica. Sei que aquela gente usa e abusa da especulação, mas também sei o que a casa gasta e o passado não me deixa tranquilo.

 

Compreendo a necessidade de um encaixe financeiro, as receitas este ano foram afetadas pela pandemia, no entanto não concordo que tenha de ser a qualidade da equipa a sacrificada. A europa tem uma importância vital no futuro do Clube e pode ser a última oportunidade para não perder o comboio. Se LVF não compreende isso é altura de sair.

 

É preciso vender, então que se considerem alternativas: 

Vinícius, Gedson e Krovinovic têm interessados. Ainda no lote dos emprestados há Conti, Caio, Cádiz, Alfa Semedo, Yony González e Cristian Arango que, mesmo desvalorizados, são receitas a ter em conta.

 

No atual plantel existem jogadores que, pela pouca utilização, não devem estar nos planos deste treinador. Em fim de contrato, tanto Jardel como Ferreyra não contam para a contabilidade, mas Samaris, Cervi e Chiquinho são ativos com algum valor de mercado. Odisseias quer sair e há ainda Gilberto, que ao perder o lugar para Gonçalves e com o regresso de Almeida, pode acrescentar mais uns “trocos” aos cofres do Benfica.

 

Espero que os dirigentes do Benfica, em especial Rui Costa, tenham a sensatez de refletir sobe o passado e aprendam comos erros. O meu receio é que as decisões sejam unilaterais e que os restantes não sejam tidos nem achados nesta matéria.

 

      

publicado por Tasqueiro às 11:50
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 21 de Abril de 2021
Não vão abrir os olhos. O que sabem e o que querem não dá para mais do que aquilo que nos vão dando (desiludindo e desgostando).
A mudança só se dará com outra presidência e outro rumo, um rumo à Benfica.
De Vitor Pereira a 21 de Abril de 2021
Acreditas que uma Direção que sempre teve este modus faciendi agora de repente mude a sua atitude e forma de decidir? Porque é que acreditas que isso seja possível? São aquelas pessoas e aquele modo de estar na vida.

Comentar

.pesquisa

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O caminho a seguir

. João Mário

. Próxima época

. Ao ponto a que isto chego...

. Frágil

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 6 seguidores

blogs SAPO
RSS