Quinta-feira, 6 de Setembro de 2018

Actualidade

 

Quando as bolas entram, tudo faz mais sentido, a opiniões aproximam-se e os ânimos acalmam.

Rui Vitória foi perspicaz, colocou a peça certa em momento oportuno no lugar correto. Seferovic trouxe mobilidade, apoio e energia à equipa. Com ele (em 2 jogos) o Benfica marcou 8 golos e apenas sofreu 1. Há, definitivamente, que contar com ele.

Aparentemente esta escolha surpreendeu muita gente, nomeadamente os jornaleiros e demais comentadores de programas tele(lesivos), que parecem dominar todas estas matérias e mais alg(uma). Sapo a sapo enche a galinha o papo, o Benfica não só está na fase de grupos da Champions, como é líder na 1ª Liga, 2ª Liga e Liga Revelação (sub-23).

 

O IPDJ (Instituto Português do Desporto e Juventude e do Desporto) quer punir o Benfica com 1 jogo à porta fechada e uma coima de 56 mil €. Tudo isto resulta de vários processos sobre o relacionamento do clube com grupos organizados de adeptos, que neste caso são considerados ilegais. Entre outras crueldades esta punição é justificada por os adeptos ostentarem faixas de apoio ao Benfica e de alusões de adeptos de várias zonas do país, exibição do símbolo dos Rolling Stones, expressões como “ilegais allez” e da afixação do escudo nacional (simboliza o clube campeão nacional em título).

Segundo especialistas na matéria, parte desta acusação está alicerçada em antecedentes que ainda não transitaram em julgado, razão pela qual não podem ser consideradas. Trata-se, pois, de uma acusação caricata e que à partida está condenada. O Benfica já informou que a vai impugnar.

 

Também o MP (Ministério Público) acusa a SAD do Benfica de vários crimes, entre eles corrupção e recebimento indevido de vantagem, pertendendo para o Benfica: A suspensão de participação em competição desportiva entre seis meses a três anos; A privação do direito a subsídios, subvenções ou incentivos outorgados pelo Estado, regiões autónomas, autarquias locais e demais pessoas colectivas públicas por um período de 1 a 5 anos; A proibição do exercício de profissão, função ou actividade, pública ou privada, por um período de 1 a 5 anos, tratando-se de agente desportivo. 

Aqui as opiniões dividem-se, no entanto aqueles que eu considero mais isentos afirmam que relativamente a crimes desportivos a acusação não tem pernas para andar. O Benfica tem agora a palavra.

 

Relativamente a este ultimo caso, o Presidente do Benfica, em conferência de imprensa, veio reiterar a inocência do Clube. Relembrou ainda que, até à data, todas as decisões administrativas e judiciais de caracter definitivo foram favoráveis ao Benfica.

 

     

publicado por Tasqueiro às 09:35
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Inépcia

. A entrevista

. Altura de actuar com sapi...

. Resta lutar pelo Liga Eur...

. Taça, “faits divers" e co...

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS