Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2019

Estado de alma

 

Mais vale tarde que nunca. A decisão da saída de Rui Vitória foi correta mas demasiado tardia. Era uma questão de tempo, só o Presidente é que não quis ver, ou o passado toldou-lhe o discernimento.

À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta. Ao Benfica deve exigir-se o mesmo, principalmente na conjuntura actual. O anti-Benfiquismo está no auge e é transversal a todos os sectores desta democracia patológica. As contas têm de ser transparentes e devem resumir-se apenas à actividade do Benfica, os casamentos não integram o negócio. Haja consequências ou a seriedade da estrutura começa a ser questionável.

Quanto mais me bates mais eu gosto de ti. Ainda tenho presente na memória a reportagem televisiva que pretendia demonstrar que o Benfica comprava jogadores. Tudo aquilo tresandava a farsa e visava atingir o Benfica. A resposta do Benfica é disponibilizar jogadores e o Presidente para entrevistas.

Não basta dizer, é preciso fazer. A última contratação (Caio Lucas) até pode ser uma boa oportunidade de negócio, mas deixa muitas dúvidas. Mais um extremo para onde já existem Sálvio, Cérvi, Rafa e até Zivkovic, Pizzi ou Felix fazem o lugar. Há ainda o Jota e o Willock, que aguardam a concretização das alegadas convicções do Presidente. O astuto custo zero, vai ter um salário milionário e acarreta desconfianças e frustrações nos jovens da Formação.

               

      

tags:
publicado por Tasqueiro às 10:01
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Whisky, 5 barrotes e 2 Ca...

. Plantel 2019/20 – (actual...

. Plantel 2019/20

. Malvada angústia

. Ajax dá o exemplo

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 4 seguidores

blogs SAPO
RSS