Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

Taça, “faits divers" e coisas importantes

 

No jogo com o Sertanense para a Taça de Portugal, o Benfica fez a sua obrigação … ganhar.

Não foi uma grande exibição mas o Benfica fez o suficiente para merecer o resultado, nesse aspecto nada a apontar. Um 11 atípico, sem automatismos, do qual não se podia exigir muito, e que foi melhorando com o desenrolar do jogo.

O que importa assinalar é a soma dos Jogadores Formados no Clube que participaram neste jogo: Ruben Dias, Alfa Semedo, Yuri, Gedson, Felix e Jota. O futuro é já ali ao virar da esquina, haja vontade de todas as partes, em especial a da Direcção.

De realçar a exibição de Alfa a central, não foi um teste especialmente complicado, no entanto deu sinais de que podem contar com ele para qualquer eventualidade. Rafa foi oportuno e eficaz, é a regularidade que falta e que todos os Benfiquistas desejam. Gedson fez mais uma excelente exibição, grande golo. Zivkovic merece mais oportunidades, faz da simplicidade a genialidade (faz-me lembrar Aimar, com as devidas diferenças).

 

O Sport Lisboa e Benfica é um Clube centenário. Da sua Gloriosa história fazem parte diversas e abundantes personagens, umas mais significativas que outras, todas elas meritórias mas nenhuma está acima do Benfica.

Simões é e será sempre uma figura relevante na história do Benfica, foi Campeão Europeu e fez parte de uma das mais memoráveis gerações deste Glorioso Clube. Mas por mais importante que seja ou tenha sido a personagem, o Sport Lisboa e Benfica é um todo e nunca uma só parte “E pluribus unumDe muitos, um”.

A forma como tratou Calado (em declarações à CMTV) é simplesmente inacreditável. Como disse Simões, vezes sem conta, não se trata de opinião mas sim de dizer a verdade e essa é indesmentível através dos factos que Ricardo Palacin nos apresentou. O Senhor afinal falou para a BTV.

Estou muito desiludido com Simões, pessoa a quem tinha em grande consideração. Acusou Calado de ser mentiroso e um moço de recados, afinal o mentiroso foi ele.

É preciso ter a noção que o Simões sem o Benfica provavelmente não teria o estatuto que teve (e ainda tem), o Benfica sem Simões iria ser sempre Grande. O Benfica já era Campeão Europeu sem Simões.

 

Hoje pede-se máxima concentração. Muita raça, querer e ambição. Carrega Benfica.

 

                  

publicado por Tasqueiro às 09:26
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Inépcia

. A entrevista

. Altura de actuar com sapi...

. Resta lutar pelo Liga Eur...

. Taça, “faits divers" e co...

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS