Segunda-feira, 8 de Abril de 2019

Abrem-se as hostilidades

 

Finalmente há polémica no futebol tuga. Foi preciso haver lances duvidosos, alegadamente a beneficiar o Benfica, para se produzirem múltiplas e meticulosas considerações em relação ao julgamento da arbitragem. Se até aqui apenas se arranjava assunto com o critério de opções do treinador e as performances exibicionais, com estes lances duvidosos os críticos ganham novo folgo, é vê-los a atropelarem-se para ver quem julga primeiro. 

 

Desde a indignação do adversário até à diligente promoção dela na comunicação social, é a hipócrita contestação dos eternos privilegiados que merece o meu maior realce. Uma época recheada de vantajosos equívocos não lhes tira o apetite, os erros do árbitro na deslocação do Feirense ao dragão não passaram de aperitivos. Empanturrados ainda cobiçam o alheio.

 

Do Feirense não se esperava outra coisa, o Benfica consiste no jogo de uma vida, realizou uma exibição tão portentosa como invulgar (ainda há uma semana se viu algo de similar em Alvalade). Com tanto ruído no final do jogo ficam apresentados, na Invicta nem piaram. Fica o desejo de uma descida sem percalços, longe do Benfica (percebeste Vieira?!).

 

 

Relativamente ao Benfica, pois mais uma vez pôs-se a jeito e fico-me por aqui.

 

Acorda Benfica.

 

                  

publicado por Tasqueiro às 15:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 18 de Março de 2019

Competência

 

Dois jogos complicados ultrapassados com inteligência, muito suor e sacrifício.

 

Em Zagreb iniciámos o jogo com um onze de ensaio que não deu resultado, tendo Lage corrigido ao intervalo para concluir com uma exibição convincente e produtiva. Passámos à eliminatória seguinte, onde vamos encontrar um adversário teoricamente mais complicado, Lage tem inevitavelmente de ser mais exigente nas suas escolhas para as equipas iniciais.

   

Para o campeonato, jogou o melhor 11, tendo proporcionado uma excelente exibição e um resultado condizente. No fundo o que interessa são os 3 pontos, vendo friamente a conjuntura actual, o nosso concorrente directo dispõe de circunstâncias particulares. Detalhes que fazem a diferença, não fossem elas totalmente opostas aquelas de que nós possuímos. Basta ver a diferença abissal dos critérios que o árbitro Capela manifestou, em lances idênticos e em jogos separados por 5 dias.

 

Lage tem agora, nesta paragem, alguns dias para trabalhar o “processo”, pois o Benfica necessita, a nível interno, de jogar o dobro para poder alcançar o tão desejado 37.

 

Carrega Benfica.

 

         

publicado por Tasqueiro às 16:08
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2019

A calmaria antes da tempestade

 

Grande jogo por parte do Benfica. O Chaves vinha com a estratégia de não sofrer golos, nem que fosse necessário enfiar todos os homens junto à área, o que veio a confirmar-se pelo menos no primeiro quarto de hora de jogo.

Após o 1º golo tudo foi diferente. O Benfica tranquilizou e o Chaves inquietou-se. O jogo decorreu um pouco à imagem do Nacional mas com muito menos eficácia, ou o resultado teria sido semelhante.

Resumindo, mais 3 pontos, nenhum castigado ou lesionado, portanto tudo apostos para a grande batalha a norte. Local que é de uma outra dimensão, muito à imagem de Hitchcock, onde o mais absurdo pode muito bem acontecer com toda a naturalidade.

Espero que Lage leve para o Porto uma táctica revolucionária a todos os níveis. Uma que consiga anular quaisquer manipulações da realidade, aparições ilusórias ou manifestações sobrenaturais. Terá pois de ser um procedimento à Ghostbusters ou coisa parecida.

Os sócios e adeptos do Glorioso têm também de ter em conta que acima de Pecos tudo é diferente. Trata-se de uma realidade paralela.

Ao Benfica será necessário uma paciência de Jó, muita força e uma coragem infindável. E mesmo assim vai ser uma “via-sacra”.

 

Carrega Benfica.

 

               

publicado por Tasqueiro às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019

Dez a zero

 

Há jogos assim. São muito raros, é necessário uma convergência de situações para que haja a possibilidade de acontecer. É indispensável a equipa ter competência, tudo correr de feição e defrontar um adversário em dia não.

O golo madrugador, a grande exibição do Benfica e o avolumar do resultado foi afectando o estado psicológico dos jogadores do Nacional, o que levou o marcador para um resultado incomum, mas justo. Durante a 1ª parte ainda houve alguma réplica por parte do Nacional, mas o entrosamento e velocidade dos jogadores do Benfica fez a diferença.

O dia era de festa na Luz. Homenageavam-se as Casas do Benfica e celebrava-se o aniversário do Chalana. Casa cheia, a Equipa num bom momento e a chuva a acelerar os movimentos no relvado, foram os ingredientes para um dia memorável.

 

             

publicado por Tasqueiro às 09:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Setembro de 2017

Mudanças precisam-se

 

Este jogo vai ficar na história do Benfica pelas piores razões. Veio à memória o descalabro de Vigo. Algo está mal, e tem vindo a arrastar-se.

 

Para a Madeira só vejo uma solução, mudança radical. Muitos dos jogadores que estiveram na Suíça (e nos últimos jogos) têm de estar fora da 11 inicial. Cervi, Zivkovic e Jiménez, no banco, enquanto Júlio César, Luisão, André Almeida, Pizzi e Jonas devem ficar fora da convocatória.

 

Parece que o relvado está em mau estado, portanto é escusado tentar apresentar jogo muito rendilhado. Precisa-se de jogo directo, cruzamentos e rematar mais de fora da área. Também já vai sendo tempo de mostrarem mais trabalho nos lances de bola parada.

 

Coragem Benfica.

 

                 

                       

publicado por Tasqueiro às 10:34
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Março de 2017

Jogo (d)e bastidores

 

O Benfica fez o que lhe competia, ganhou o jogo e os respectivos 3 pontos. Na ressaca de um jogo de Champions, com um resultado pesado, que provocou não só desgaste físico como também psicológico, a equipa esteve à altura do momento, manteve a liderança.

 

A comunicação social desportiva está de rastos. Arrasta-se pela imundice a que chamam jornalismo. Nas conferências de imprensa, com particular incidência nas do Benfica, pouco se fala de futebol. Interessa apenas criar polémicas, actuam sem respeito por quem seja, dos microfones apenas saem especulações trasvestidas de perguntas. Ontem um dos alvos foi Miguel Rosa, o rapaz foi “acusado” de ser mal-intencionado no lance do 1º golo do Benfica. Talvez por ser demasiado sugestivo, não foi também “acusado” de intensionalmente acertar no poste.

Com toda esta gente a “marrar” no vermelho, não convém dar abébias na BTV. Imparcialidade é ser neutro, expor por palavras o que vai acontecendo em campo, com verdade e isenção, ou pelo menos tentar. O que vi foi comentadores preocupados em parecerem tão imparciais, que acabaram por ser tendenciosos em prejuízo do Benfica.

 

Há que estar atento, nada é deixado ao acaso e todos os pormenores são tidos em conta, joga-se dentro e fora do tabuleiro.

 

A crónica que hoje vem na bola (sem plágio) pode muito bem ser um incentivo a favor do Benfica. Excelente tema para debate no balneário encarnado.

 

                   

publicado por Tasqueiro às 14:29
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 9 de Março de 2017

Mentalidade

 

Quando formos capazes de erradicar, de vez, os medos e sentimentos de inferioridade, podemos encarar o jogo de forma desinibida e exibir todo o potencial.

 

O resultado não espelha a diferença de qualidade dos jogadores entre as duas equipas, pelo menos no que se refere à parte técnica. Relativamente à táctica já tenho as minhas dúvidas (Tuchel muito superior a Vitória).

 

Mais importante que o investimento em campos de treino e infraestruturas é progredir na mentalidade. Se todos acreditarem nas suas capacidades, melhores serão as suas prestações e mais próximos vão estar do sucesso.

 

Foi assim que o Dortmund deu a volta à eliminatória.

 

      

publicado por Tasqueiro às 10:41
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Agosto de 2016

Justiça no resultado

 

O Benfica conquistou a Supertaça ao ganhar o Braga por 3 bolas a 0. Isto é um facto. O Benfica introduziu a bola dentro da baliza do Braga por 3 vezes, o Braga marcou 0.

 

Fala-se muito, e mal, sobre a justiça deste resultado. Há e tal o Braga teve mais e as melhores oportunidades, lamentam-se.

 

Pois então vejamos:

 

 - O Braga teve 5 oportunidades reais de fazer golo: em 3 delas, Júlio César afastou os remates com os punhos numa outra efectuou, com sucesso, uma saída aos pés de Rafa, e há ainda o falhanço do mesmo Rafa com a baliza totalmente aberta.

 

- O Benfica teve as mesmas 5 oportunidades reais de fazer golo: em 3 delas efectivou-as, outra foi ao poste e houve ainda um falhanço de Cervi, que não foi tão escandaloso como o de Rafa pelo facto de ter o guarda-redes pela frente.

 

Não se trata de justiça ou a falta dela, trata-se sim de uma visão tendenciosa dos factos. Ambas as equipas tiveram 5 oportunidades (total de 10), as melhores 4 foram do Benfica, 3 golos e uma bola ao poste. Factos.

 

Se disserem que o Braga jogou melhor a maior parte do tempo (atenção que o Benfica teve mais posse de bola), até dou de barato, mas o certo é que não foi suficiente. Alem disso, em apenas uma ocasião o golo podia ter efectivamente acontecido, não aconteceu por falta de eficácia (Rafa). Nas restantes oportunidades está o facto de o guarda-redes (Júlio César) ter sido eficiente.

 

Ganha quem marca mais, e se houver mérito nos golos, a justiça é plena.

 

Parece que alguns já se esqueceram que Portugal foi campeão europeu.

 

                               

 

publicado por Tasqueiro às 14:41
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2016

Benfica em crescendo, JJ em queda

 

Espero que este jogo (em casa com o Marítimo), seja um sinal do caminho em crescendo da equipa do Benfica. Foram 6 golos sem resposta mas podiam ter sido mais, caso Raúl Jiménez tivesse concretizado as duas oportunidades flagrantes de que dispôs, sendo a primeira um falhanço inacreditável (só com o guarda-redes pela frente e este já deitado no chão).

 

Carcela finalmente jogou de início, tendo demonstrado que já merecia esta oportunidade há mais tempo. A ser concretizado, Gaitan teria adiado o regresso e não estaria novamente lesionado, que a ser verdade o que vem escrito na comunicação social (pondera-se operação) a paragem até pode ser longa.

 

Pizzi está em alta, 2 golos em 6 minutos, por este caminho os milhões nele investidos são “piners”. Ele e Carcela são boas alternativas a Salvio e Gaitan, podendo Rui Vitória fazer uma gestão nestas posições, sem que haja perda de qualidade. É bom para a competitividade e assim todos têm a sua oportunidade de jogar.

 

Nelson Semedo está quase de volta, uma excelente notícia, já que André Almeida, sendo uma adaptação razoável, não é a mesma coisa. Falta profundidade na alas, a presença do lateral no ataque é essencial para criar desequilíbrios, sendo Nelson um elemento que também pode fazer a ligação com o meio-campo e ataque, situação onde a equipa tem demonstrado dificuldades.

 

Espero que Grimaldo tenha a qualidade necessária para entrar de caras no onze, Eliseu actualmente tem os mesmos problemas do colega Almeida, não sei se é falta de confiança mas desapareceram as arrancadas pelo flanco e os remates violentos (alguns deram em golos) do ano de estreia, situações que acabavam por provocar desequilíbrios defensivos. Talvez seja essa a razão da sua ausência no ataque, no entanto defensivamente não se vislumbram melhoras.

 

Julgo que com o regresso, para breve, de Nelson, Sálvio e Gaitan o Benfica só pode melhorar (Luisão deve levar um pouco mais tempo a recuperar a forma). Samaris atravessa um período negativo que espero que seja curto, Renato não é de ferro e não vejo em Talisca a solução para ocupar o seu lugar, quanto muito é alternativa a Jonas (a par de Guedes).

 

Até ontem, as declarações de JJ têm sido provocatórias, próprias do seu ego desmedido, podendo até inclui-las nos célebres “mind games” à Mourinho, mas desta vez foi demais. O treinador do Sporting ultrapassou os limites do civismo e da educação, e o seu "analfabetismo" não pode servir de desculpa.

 

                      

publicado por Tasqueiro às 16:18
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Agosto de 2015

Vitória inconclusiva

 

Excelente inicio do Benfica no campeonato nacional.  Passou por muitas dificuldades em grande parte do jogo, felizmente no fim apareceram os “15 minutos à Benfica”.

Com uma defesa irregular e um ataque pouco esclarecedor, foi Júlio César a garantir o empate nos 60 minutos iniciais. As entradas de Talisca e de Victor Andrade (quem diria) foram determinante e os golos aparecerem, 4 golos em 15 minutos, que deram o lugar no topo da tabela classificativa. A liderança do Benfica alicerçada na utilização de 3 jogadores da Formação é obra.

 

 

Factos do jogo:

 

Mitroglou já marca;

A defesa ainda tem demasiadas falhas, no entanto também teve coisas boas: Júlio César, Lisandro Lopez e Nelson Semedo.

César foi irrepreensível. O Argentino esteve em grande plano (Jardel e Luisão têm concorrência séria).

Nelson muito bem ofensivamente, mas necessita de melhorar defensivamente, os duelos individuais.

No ataque vimos, mais uma vez, um Ola John insuficiente.

Vitor Andrade mostrou como se faz (na declarações finais Rui Vitória esteve bem em proteger os “meninos”, não são vedetas, apenas jovens em progressão).

Talisca deu sinais muito positivos, espero que as boas exibições estejam de volta.

Gaitan é muito importante, assim como Jonas e Júlio César, são peças fundamentais na equipa (se Gaitan sair não vai ser fácil preencher o lugar).

Uma excelente vitória que deu um 1º lugar extremamente útil, só faltam as exibições convincentes.

 

P.S: Perdemos a Supertaça, mas é preciso lembrar que ainda é possível ganhar todos os troféus esta época, haja raça, querer e ambição. Carrega Benfica.

 

              

 

publicado por Tasqueiro às 14:36
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Abril 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Abrem-se as hostilidades

. Competência

. A calmaria antes da tempe...

. Dez a zero

. Mudanças precisam-se

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS