Quinta-feira, 2 de Agosto de 2018

Pré-época – 6º Jogo (International Champions Cup / Eusébio Cup)

 

O último jogo de pré-época termina com uma derrota. Não tendo sido de maneira nenhuma desonrante, foi de certa forma preocupante. Voltámos a sofrer dois golos consecutivos num curto espaço de tempo.

Rui Vitoria tem vindo a repetir o mesmo onze titular, dando a entender que serão estes os jogadores que vão iniciar a partida contra os Turcos. A única dúvida é a escolha de Castillo ou Ferreyra no início da partida.

Confesso que gosto deste esquema (433), no entanto falta-lhe o último terço. A equipa parece jogar apenas com 10 elementos, o homem mais avançado pouco participa no jogo, ao ponto de não ter colaborado em nenhum golo nem sequer nas oportunidades mais flagrantes. Dá que pensar.  Julgo que Jonas deve entrar na equação, até porque já tem o  entrosamento necessário com os companheiros.

Defensivamente há ainda muito a fazer. A forma fácil com que os adversários entram no último terço do nosso terreno é preocupante. Responsabilidades a partilhar entre a defesa e o meio campo. Valeu, mais uma vez, a grande exibição de Odysseas, que ganhou definitivamente o lugar.

 

Resumindo, Rui Vitória tem a obrigação de tirar ilações dos últimos 3 jogos, em particular este com o Lyon e aquele com o Borussia. Deve ter particular atenção às laterais. As subidas constantes de Grimaldo e Almeida são uma dor de cabeça para os centrais e também para Fejsa, que andam constantemente a fazer as dobras e, consequentemente, a abrir buracos na defesa e meio campo. É necessário mais coordenação e um meio campo mais experiente.

Gedson fez, na minha opinião, um grande jogo e uma excelente pré-época, tendo em conta a idade e a falta de experiência a este nível. Sem medos, mostrou determinação, raça, atrevimento e muita qualidade. Se chega para ser titular é outra questão, falta a maturidade, e isso vem com os jogos. Um elemento importante numa época desgastante, se Rui Vitória quiser, tem ali um suplemento a utilizar sempre que necessário.

Tanto Samaris, o recuo de Pizzi ou mesmo Semedo podem oferecer essa experiencia.

 

Rui Vitória tem muito com que se entreter, já não tem é muito tempo e as experiências já terminaram. Agora é pegar em todas as informações que recolheu e definir a estratégia e as peças mais adequadas.  

 

Carrega Benfica.

 

                    

publicado por Tasqueiro às 14:50
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 31 de Julho de 2018

Plantel - actualização III

 

 

Por estes dias os jogadores à disposição de Rui Vitoria são estes:

Plantel 18.19 actual.jpg

 

 

Antes dos Turcos, há ainda o jogo da Eusébio Cup, com o Lyon, a contar para a International Champions Cup. A partida é no Estádio do Algarve (sportv1), amanhã (4ª feira) pelas 21:05 h.

Se não houver mais novidades, é com estes que Vitória irá contar para jogar a 3ª pré-eliminatória da Champions. A lista a enviar à UEFA será composta por 25 jogadores, com um limite de 17 estrangeiros, um mínimo de 4 atletas formados no Benfica e o resto a ser preenchido com jogadores formados localmente.

Ebuehi vai estar no estaleiro por uns longos 6 meses e Krovinovic só estará disponível lá para Novembro. Seria conveniente o Benfica arranjar uma alternativa a Almeida.

 

                    

 

publicado por Tasqueiro às 09:34
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 30 de Julho de 2018

Pré-época – 5º Jogo (International Champions Cup)

 

Exibição morna num jogo onde faltaram as oportunidades de golo (2) para o lado do Benfica. Gedson teve nos pés a melhor oportunidade (a outra foi Sálvio) para marcar, no entanto, evidenciou uma clara falta de “calo”. Muita posse de bola sem sequência e pouco acerto nas decisões do último terço de terreno. Excepção a Grimaldo que esteve prefeito na marcação do livre directo.

Ao inverso do jogo com o Dortmund, desta vez começamos a ganhar, depois consentimos o empate e fomos derrotados nos penaltis. Resultado positivo graças à boa exibição de Odysseas. Parece que temos reforço.

Numa análise fria, conclui-se que estamos ainda a uma grande distância das equipas da elite europeia. As constantes sangrias no plantel retiram estabilidade e reduzem muito a capacidade de crescer qualitativamente.   

Por enquanto vai dando para a competição interna e para ir fazendo algum na liga dos milhões. 

 

               

publicado por Tasqueiro às 16:14
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Julho de 2018

Pré-época – 4º Jogo (International Champions Cup)

 

Bom jogo para por à prova os técnicos e os nossos jogadores, e toda a panóplia de assuntos técnico-tácticos. O Dortmund é uma das equipas de topo mundial, como o é a Juventus, nosso próximo adversário. São estes jogos que dão para descortinar se o plantel tem, ou não, nervo para estes andamentos, assim como detectar algumas lacunas existentes.

À primeira vista, percebe-se que a baliza é um caso a analisar com muita atenção e cuidado. Ou Odysseas é reforço ou tem de, forçosamente, ir ao mercado.

Também o lado esquerdo da defesa ficou mal na fotografia, Grimaldo parecia um passador. Se ofensivamente serve, defensivamente é muito intermitente, talvez seja boa política tentar a sua venda e adquirir um que seja defensivamente muito melhor (Ex: Jonas Hector – do FC Colónia).

Nas extremas também saltou à vista algumas insuficiências. Rafa é rápido e bom tecnicamente, mas falta sempre qualquer coisa. Bom arranque boa condução que acaba, habitualmente, em acidente, assim não dá. Também Zivkovic não me parece talhado para esse lugar, é mais médio interior que extremo. Dito isto, e com Zivkovic no meio, não sei até que ponto Gabriel faça assim tanta falta. Mais valia ir ao mercado adquirir um extremo e proceder ao regresso de Heriberto.

Resumindo, falta dar minutos a Odysseas, Ebuehi e Ferreyra. Jogadores ainda por avaliar.

 

No geral, gostei da atitude, da ousadia e sobretudo da entreajuda. Se os golos sofridos (falhas defensivas, mas também mérito do adversário) causam alguma inquietação, a recuperação da igualdade e o domínio nas penalidades são bons sinais e criam expectativa.

Próximo Sábado, às 18.00h, mais uma prova (Juventus).

 

Força Benfica.

 

                   

publicado por Tasqueiro às 15:36
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

Pré-época – 3º Jogo

 

Mais uma vitória que dá confiança a jogadores e técnicos. Os adeptos, mais uma vez, disseram presente apesar dos preços exorbitantes, que talvez tenha impedido uma verdadeira enchente. Um jogo de caracter particular, que não fazia parte de qualquer torneio, sem qualquer trofeu em disputa, com preços mínimos de 40€.

 

Primeira parte disputada a meio campo, sem grandes ocasiões e com Rafa, mais uma vez, a confirmar o desacerto na finalização. É um caso patológico.

Uma segunda parte mais autoritária, com as entradas de Zivkovic e Cervi a fazerem a diferença. Gedson e Alfa Semedo continuam a dar boas indicações, com destaque para Gedson (um caso sério). Castillo mostra bons pormenores e competência na finalização.

De lamentar a lesão de Svilar, que proporcionou uma oportunidade a Odysseas. O rumo do jogo não deu para grandes brilhantismos, no entanto transmitiu segurança.

 

Arbitragem manhosa, com a habitual protecção aos espanhóis. Um bom teste à resiliência dos nossos jogadores, neste aspecto um ensaio adequado ao campeonato português.

 

O Benfica já está nos Estados Unidos para participar na Internacional Champions Cup, onde 5ª feira (dia 26) vai defrontar o Borussia de Dortmund.

 

           

             

publicado por Tasqueiro às 09:16
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Julho de 2018

Pré-época – 2º Jogo

 

Não consegui ver o jogo do princípio ao fim. Foi aos soluços, no entanto deu para ver que tudo aquilo foi uma vergonha. No lugar de Rui Vitória, a certa altura tinha chamado os jogadores e abandonado o campo.

Aquilo não foi um jogo de futebol. Com jogos tão importantes aí à porta, a coisa podia ter corrido mal. Foi sempre a aviar, porrada de criar bicho.

Nem no campo, nem nas bancadas, esta gente não tem respeito. O ódio está-lhes entranhado. O Benfica tem, de uma vez por todas, saber separa o trigo do joio. E os Benfiquistas também.

Gedson, na minha opinião, já ganhou um lugar no plantel.

 

Acorda Benfica.

 

               

publicado por Tasqueiro às 09:19
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Julho de 2018

Pré-época – 1º Jogo

 

A participação no Torneio Internacional do Sado, no Estádio do Bonfim, começou da melhor maneira com uma vitória por 3-0 sobre a equipa do Napredak (7º classificado do campeonato da Sérvia).

Rui Vitória tinha à sua disposição 28 jogadores, e fez rodar quase todos, tendo iniciado as duas partes do jogo com equipas e sistemas diferentes. Não jogaram: Odysseas, Varela, Willock e J.Amaral.  

Jogadores utilizados: Svilar, A.Ferreira, Jardel, L.Lopez, Conti, Lema, A.Almeida, Grimaldo, Yuri, A.Pinto, Fejsa, A.Semedo, K.Parks, Gedson, Pizzi, Chiquinho, Cervi, Rafa, Heriberto, Felix, Ola John, Jonas, Castillo e Ferreyra.

 

  1ª Parte

1ª Parte.jpg

 

   2ª Parte

2ª Parte.jpg

 

Na 2ª parte ainda entraram Chiquinho e Ola John para os lugares de A.Semedo e Heriberto (K.Parks recuou no terreno).

 

Foi um jogo tipico de pré-época, com os jogadores a apresentarem condições fisicas distintas. Os golos foram todos marcados na 1ª parte, fruto do maior entrosamento entre os jogadores, a grande maioria do plantel da época passada.

Destacaram-se pela positiva: A.Ferreira, Jardel (2 golos), A.Semedo, K.Parks, Heriberto, Gedson, Rafa, Pizzi (2 assistências) e Castillo (1 golo).

Pela negativa: A.Pinto e Ola John.

 

6ª feira (dia 13) há mais. Adversário: Vitória de Setúbal (20:30h BTV).

 

               

publicado por Tasqueiro às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 2 de Agosto de 2016

Mau ensaio

 

O Benfica fez o último jogo (Lyon 3 x 2 SLB) de pré-época  ainda com experiências. A lesão de Fesja é um revés na evolução de uma equipa tipo para o início dos jogos a contar.

 

Vitória resolveu colocar ao mesmo tempo Celis e Samaris a meio campo, não sei se já tinham trabalhado esta situação, o certo é que não se entenderam e ambos não conseguiram fazer o trabalho de um. A agravar a situação também Carrillo jogou de início. Com um meio campo confuso e uma ala inexistente, o resultado não podia ser famoso.

 

Não sei se irá ser um problema, mas Fesja e as lesões são uma inquietação. Samaris não pode sair e tem de voltar rapidamente à sua melhor condição física e psicológica, até porque Celis ainda anda a conhecer os cantos à casa e não acho que seja uma alternativa para já.

 

Curiosamente é nas alas que também vejo dificuldades. Sendo um sector que alegadamente tem excesso de jogadores, para o imediato apenas há disponíveis: Cervi, Pizzi e Salvio. Com Carcela de saída (ainda não foi utilizado), Zivkovic lesionado, Carrillo numa forma lastimável, Benítez sem qualidade para o lugar e Guedes a evoluído noutras funções, espero que não esteja a ser equacionada a saída de Salvio.

 

             

publicado por Tasqueiro às 11:43
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011

Bom teste

 

A Taça Eusébio foi um bom teste para os jogos, a doer, que aí vêm.

 

As equipas “titulares” andaram trocadas, na 1ª parte jogou a do Arsenal e na 2ª jogou a do Benfica. Como seria de esperar, venceram as duas, com a diferença de mais um 1 golo marcado para o Benfica, facto que resultou na vitória do Benfica no final da partida.

 

Como já é habitual, desvalorizou-se a exibição e o resultado do Benfica, pois faltavam algumas (2 ou 3) peças, fundamentais, na equipa titular do Arsenal.

 

 

 

Proença levou na boca, o agressor está identificado e irá responder perante a justiça, tudo normal portanto.

 

Este tipo de acontecimentos, não são novidade em Portugal, as agressões aconteceram no passado, acontecem no presente e, com certeza, irão acontecer no futuro.

 

Mas há qualquer coisa de diferente nesta agressão. Despontou uma indignação geral, desde jornalistas, sindicatos, governo, etc (até os andrades, vejam bem). Não deixa de ser positivo, mas outras ocasiões houveram, em que imperou o silêncio. Que o digam os jogadores do Benfica, Luís Filipe Vieira, O Sr. Bexiga, o jogador Assunção, Co Adriaanse, os jornalista Pinhão e muitos outros.   

 

 

 

Capdevila não foi convocado para os jogos contra o Twente. Mais uma, das muitas singularidades de JJ.

 

                

publicado por Tasqueiro às 16:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

Ilações

 

 

Acabou a pré-época.

 

Em resumo, foram 10 jogos, dos quais, 7 foram vitórias, 1 empate e 2 derrotas. Ao todo, o Benfica marcou 28 golos e sofreu 15.

 

Participamos em 4 Torneios, arrecadámos 3 Troféus e perdemos 1.

 

Os reforços deram boas indicações, apenas Roberto continua intermitente.

 

O jogo contra o Tottenham, já deu um cheirinho a Champions. Perdemos, é um facto, mas também é verdade que era o 3º jogo em 5 dias e a equipa evidenciou isso.

 

 

 

Ramires já foi.

 

É uma grande perda para o Benfica. Sem duvida nenhuma, um dos melhores jogadores do Plantel, extremamente difícil de substituir.

 

Os 22 M€ são muita massa, receber só 50% é um pouco frustrante. É verdade que Ramires esteve no Benfica, praticamente, como emprestado e ainda recebeu dinheiro (9,5 M€) por isso, não se pode dizer que foi um mau negócio.

 

Agora, é ter a mesma (perspicácia) sorte no substituto.

 

 

 

Amanha é a doer.

 

O jogo da Super Taça está marcado para as 20:45h e dá na Tvi.

 

 

                  

publicado por Tasqueiro às 11:38
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Pré-época – 6º Jogo (Inte...

. Plantel - actualização II...

. Pré-época – 5º Jogo (Inte...

. Pré-época – 4º Jogo (Inte...

. Pré-época – 3º Jogo

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS