Quinta-feira, 26 de Julho de 2018

Pré-época – 4º Jogo (International Champions Cup)

 

Bom jogo para por à prova os técnicos e os nossos jogadores, e toda a panóplia de assuntos técnico-tácticos. O Dortmund é uma das equipas de topo mundial, como o é a Juventus, nosso próximo adversário. São estes jogos que dão para descortinar se o plantel tem, ou não, nervo para estes andamentos, assim como detectar algumas lacunas existentes.

À primeira vista, percebe-se que a baliza é um caso a analisar com muita atenção e cuidado. Ou Odysseas é reforço ou tem de, forçosamente, ir ao mercado.

Também o lado esquerdo da defesa ficou mal na fotografia, Grimaldo parecia um passador. Se ofensivamente serve, defensivamente é muito intermitente, talvez seja boa política tentar a sua venda e adquirir um que seja defensivamente muito melhor (Ex: Jonas Hector – do FC Colónia).

Nas extremas também saltou à vista algumas insuficiências. Rafa é rápido e bom tecnicamente, mas falta sempre qualquer coisa. Bom arranque boa condução que acaba, habitualmente, em acidente, assim não dá. Também Zivkovic não me parece talhado para esse lugar, é mais médio interior que extremo. Dito isto, e com Zivkovic no meio, não sei até que ponto Gabriel faça assim tanta falta. Mais valia ir ao mercado adquirir um extremo e proceder ao regresso de Heriberto.

Resumindo, falta dar minutos a Odysseas, Ebuehi e Ferreyra. Jogadores ainda por avaliar.

 

No geral, gostei da atitude, da ousadia e sobretudo da entreajuda. Se os golos sofridos (falhas defensivas, mas também mérito do adversário) causam alguma inquietação, a recuperação da igualdade e o domínio nas penalidades são bons sinais e criam expectativa.

Próximo Sábado, às 18.00h, mais uma prova (Juventus).

 

Força Benfica.

 

                   

publicado por Tasqueiro às 15:36
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Julho de 2018

Actualidades

 

Calhou em sorte o Fenerbahce. O clube turco é competitivo, tem bons jogadores, mas está perfeitamente ao alcance do Benfica. Depois do que se passou o ano passado, é obrigação dos jogadores e da equipa técnica “despachar” este adversário. Exige-o a grandeza (não é só da boca para fora, há que comprová-lo) do Benfica e merecem-no os Benfiquistas.

Alerta-se a quem de direito, estes jogos são apenas eliminatórias de acesso à Champions. O facto de ter o nome Champions e de os emigrantes se encontrarem em Portugal não é razão para inflacionar os preços dos bilhetes. Se querem estádio cheio vão com calma, para não terem uma surpresa.

 

Segundo a comunicação social, o Portimonense exige o regresso de Paulinho e de Ewerton, devido à falta de pagamento por parte do FC Porto.

 «O FC Porto não tem condições de fazer os pagamentos em causa e por isso exigimos o seu regresso».

Rodiney Sampaio, presidente da SAD do Portimonense

 

Paulinho (7 milhões €) reforço de janeiro e Ewerton (5 milhões €) contratação deste defeso, pelos vistos são apenas experiências sem quaisquer compromissos. Se gostou fica, se não gostou devolve. Tudo em conformidade com a legislação europeia: a obrigação de reparar ou substituir o bem adquirido ou de oferecer uma redução do preço ou o reembolso ao consumidor se o bem em questão se revelar defeituoso ou não tiver a aparência ou funcionar como anunciado.

Essa coisa da falta de condições de pagamento, deve ser só para destabilizar, ainda agora chegou Mbemba (fala-se em 8 milhões de euros), como não há dinheiro?

 

Sporting cancela jogo com Brighton. Que passou-se? Não há disponibilidade de agenda ou é falta de “graveto”?!

 

                        

publicado por Tasqueiro às 16:02
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 5 de Junho de 2018

Plantel - actualização

 

Por estes dias, o plantel do Benfica está assim:

 

Plantel I.jpg

 

Ainda em construção aguardam-se mudanças. Até ao momento parece-me que 5 avançados é excessivo e que, se não entrar mais nenhum, vai sair pelo menos um.

 

João Amaral é uma incógnita, não me parece que seja uma aposta de futuro. Duvido que fique, nem creio que faça parte da pré-época.

 

Chiquinho deve ser aposta na Equipa B.

 

Samaris, como foi pouco utilizado, não deve ser opção para este ano. No entanto já ouvi falar numa possível renovação, assim como a do Luisão também.

 

Grimaldo por enquanto ainda não saiu, por mim tudo bem.

 

                     

publicado por Tasqueiro às 14:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Plantel 2018/19

 

Considerando a continuação de Rui Vitória, presumo que a utilização dos dois sistemas (4x4x2 e 4x3x3), já utilizados, é um cenário espectável. Eu sou da opinião que a equipa do Benfica não se deve resumir a um plano A, mas também recorrer, em casos específicos, a um sistema alternativo que nos é tão familiar.

A definição do plantel deve ter em conta estes dois sistemas, a serem utilizados conforme as características dos adversários. Eu acredito neste procedimento, até porque qualquer destes sistemas é conhecido dos nossos jogadores. Também por isso, a permanência dos melhores é fundamental, o que também favorece a integração dos novos jogadores.

Na minha opinião o plantel deve ser constituído por 18 jogadores de qualidade muito semelhantes e mais outros 7 atletas, a escolher entre permanências a valorizar e jovens da formação. Relativamente à formação é importante manter uma ponte entre as equipas A e B, treinarem normalmente com a equipa principal e serem utilizados com regularidade na equipa B.

A meu ver é fundamental a permanência de Jardel, Ruben Dias, André Almeida, Fesja, Pizzi, Krovinovic, Zivkovic, Sálvio, Cervi, Rafa e Jonas.

Não sei qual será a visão da estrutura, mas sou da opinião de que Varela poderá ficar se se confirmar a qualidade de Odysseas, para ser titular. Nesse caso, está garantido o essencial e estão formados os alicerces do plantel. Entretanto já chegaram German Conti (central), Ebuehi (defesa direito) e Castillo (ponta-de-lança), dos quais se espera, no mínimo, estarem à altura dos que ficam.

Assim, o plantel possui neste momento 16 atletas, faltando mais 2 (defesa esquerdo e médio defensivo) para formar a base principal (titulares e banco) do plantel.

Dos restantes 7 atletas que irão complementar a equipa, já regressou Yuri Ribeiro (defesa esquerdo), havendo ainda por preencher a vaga de guarda-redes, central, médio centro/ofensivo, extremo, avançado e ponta-de-lança. Na minha opinião as escolhas recaiam sobre Ivan Zlobin, Ferro/Kalaica, Keaton Parks/David Tavares, Heriberto/Willock, Felix e Seferovic, respectivamente.

 

Saídas (9):

- Svilar, a emprestar, porque necessita de jogar para evoluir.

- Douglas, porque estava emprestado e porque não possui qualidade para fazer parte do plantel.

- Eliseu, porque já passou o tempo dele e há que dar lugar aos mais novos.

- Lisandro Lopez, porque é preciso alguém que traga mais estabilidade e consistência.

- Luisão, à semelhança de Eliseu, porque já passou o tempo dele e há que dar lugar aos mais novos.

- Samaris, porque é uma peça fora do baralho de Rui Vitória e é necessário uma alternativa indiscutível a Fesja.

- J.Carvalho, à semelhança de Svilar, necessita de jogar para evoluir.

- Gonçalves, idem “”.

- Raul Jiménez, porque ainda tem valor de mercado (vai ao mundial), demasiado oneroso para um bom suplente e não é ponta-de-lança.

 

Plantel 2018.19.png

 

                

 

                     

 

publicado por Tasqueiro às 16:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 2 de Junho de 2016

Formação, transferências e sucesso.

 

No paradigma actual do Benfica, que assenta a sua estratégia numa componente de formação, os jogadores conforme vão progredindo avançam nas várias fases da sua formação com o objectivo de alcançar a competição profissional.

 

Esta movimentação de jogadores determina, inevitavelmente, a entrada e saída de jogadores. Os formandos vão preenchendo os lugares de outros que por sua vez também transitaram para um patamar acima na “cadeia” da formação.

 

Sendo política do Benfica ter no plantel principal jogadores da formação, há a necessidade de criar condições para que esses jogadores possam entrar, nomeadamente com a transferência de jogadores do plantel principal para outros clubes.

 

Deste modo, é inevitável que todos os anos saiam jogadores, não só devido ao necessário encaixe financeiro, mas principalmente para criarem espaços aos jovens da formação. Há também as naturais aquisições, porque apesar da formação ser de excelência, há sempre lacunas em posições específicas, sendo a posição de avançado um crónico português. 

 

Nestas circunstâncias o plantel principal do Benfica vai-se tornando cada vez mais jovem, o que pode acarretar algumas dificuldades na evolução dos próprios jogadores. A presença de jogadores experientes é essencial para o desenvolvimento desses jogadores. Será neste aspecto que os responsáveis do Clube terão o seu maior desafio, manter a competitividade da equipa apostando na formação.

 

                     

publicado por Tasqueiro às 10:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2015

Afinações

 

O Benfica tem de parar de oferecer os tão afamados vouchers. A gritaria à volta deste tema afectou os árbitros de tal maneira que passaram a actuar na defensiva, apitam de modo a que nada lhes possa ser apontado relativamente a supostos erros que beneficiem o Benfica.

 

Vem aí um novo ano, mas com a continuação da época em curso, há que aproveitar a abertura do mercado para reforçar o plantel, já com o pensamento na próxima época. Os reforços têm de ter a qualidade necessária para poder entrar no 11 titular. Para já é fundamental a aquisição de um defesa esquerdo que dê mais consistência defensiva e possa ser mais decisivo ofensivamente, um jogador à imagem de Nelson Semedo, que se tudo correr bem será reforço de inferno.

 

A possível entrada de Cervi, a contratação de um bom defesa esquerdo (fala-se em Grimaldo) e com Nelson, Salvio, Gaitan e Luisão de volta, o Benfica fica indiscutivelmente mais forte. A pouca utilização de Cristante aponta para a sua saída, assim como a de Djuricic, neste caso seria indispensável a repescagem de Pelé ao Paços, para reforçar o meio-campo.

 

Na minha opinião, o plantel para atacar a restante época:

 

SLB 2016

 

 

Nota: Não esquecer, ainda este ano, dia 29 há Taça da Liga.

 

 

Boas festas e Carrega Benfica.

                

 

publicado por Tasqueiro às 14:52
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015

Renato Sanches

 

Tem apenas 18 anos, ainda Júnior, mas já é elemento fundamental na consistência da equipa principal do Benfica.

 

Com ele, a equipa tem vindo a melhorar de jogo para jogo, o meio-campo adquiriu coesão, os jogadores ganharam confiança e com isso o jogo colectivo melhorou substancialmente.

 

Renato, ainda em formação, com muito para evoluir já é muito superior à média, será sem dúvida um fora de série, é urgente ser reconhecido, pela Administração, como jogador fundamental do plantel principal. O mercado está atento, convém acautelar o futuro, este jogador tem de ficar, pelo menos, mais 4 a 5 anos no Benfica.

 

 

 

Com Luisão lesionado, Lisandro teve a sua oportunidade e não desperdiçou. Com a utilização constante tem vindo a ganhar ritmo competitivo e entrosamento com os seus companheiros. Neste ultimo jogo (At.Madrid), demonstrou estar à altura do Capitão, fez um grande jogo, um dos melhores em campo. Por aqui estamos descansados.

 

Mitroglou tem de jogar mais, com ou sem Jonas, é um jogador de área, um goleador (haja assistências dignas desse nome).

 

Pizzi melhorou muito relativamente ao início do campeonato, este pode ser útil. Com Sálvio de volta, deve lutar para ser alternativa juntamente com Guedes e Carcela. 

 

Satisfeito por ver Fesja de volta. Diferente de Samaris (mais defensivo), mas igualmente eficaz. Consoante os jogos, pode jogar de início, só ou acompanhado (com Samaris), sempre uma excelente alternativa.

 

 

 

O elo mais fraco está nas alas. Os golos sofridos foram ambos consequências de falhas nas laterais. Eliseu não subiu com os colegas e colocou o adversário em jogo, André Almeida não pressionou e permitiu o seu adversário esperar a entrada do colega para fazer a entrega sem qualquer oposição.

 

Se no lado direito temos um defesa à altura (Nelson Semedo) e uma alternativa razoável, no lado esquerdo é um deserto. Eliseu não serve e Sílvio é presença constante no estaleiro, há que ir ao mercado buscar um titular e promover o Rebocho, que tem feito boas exibições na B.

 

 

Com a Champions só para Fevereiro, há que concentrar todas as forças no Campeonato. O TRI está nas nossas “mãos”.

 

                             

publicado por Tasqueiro às 14:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 10 de Julho de 2015

Mercado

 

Este defeso está diferente. O Benfica, normalmete o campeão nesta matéria, está a passar à margem de uma espécie de concurso nacional de aquisições sensacionais. Apesar de o Benfica já ter adquirido 9 jogadores (Ederson, Marçal, Taarabt, Carcela, Mukhtar, Bilal, Murillo, D. Lopes e Péle) nenhum é levado a sério, muito menos o são os provenientes da Formação (Lindelof, N. Semedo, J. Teixiera, Guedes, N. Santos e N. Oliveira).

Andam todos entusiasmados com o Imbula, Casillas, Maxi, Ruiz, Bueno e as possibilidades Drogbah e Gutierrez.

A apresentação de Jesus foi uma festa, por momentos pareceu-me estarem a comemorar um Bicampeonato.

Aparentemente a aquisição de Maxi não será tão consensual. Vamos ver até que ponto o dinheiro traz felicidade.

 

                         

publicado por Tasqueiro às 17:03
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Junho de 2015

Assombroso

 

Ontem brincava eu com as notícias de que Jesus estaria a caminho do Sporting. Num clube em dificuldades financeiras, cuja reestruturação (perdão bancário) efectuada recentemente foi como pão para a boca, era quase impossível sequer supor (há quem o tenha feito, provavelmente já sabia de alguma coisa) uma situação destas. Mas aconteceu. Só espero que Gaitan, Maxi e Jonas não façam parte desta equação, ehehehe.

 

Jesus não quis fazer parte do novo projecto de Vieira (acredito que financeiramente fosse nos mesmos moldes, tal como o referiu na ultima entrevista), porque o paradigma desportivo vai mudar, menos compras de vulto e mais apostas na formação. A "ambição" de Jesus não coaduna com essa orientação daí, foi de malas aviadas para Alvalade. Quer isto dizer que o investimento para os lados do Lumiar ainda agora começou.

 

Como o dinheiro não aparece por magia, ele terá de vir de algum lado. Segundo consta, vem direitinho de rapaziada com ligações ao "extinto" BES. Como esta gente não brinca em serviço, suponho que o centro de decisão mudou, foi literalmente comprado. Bruno de Carvalho será, daqui para a frente, um mero figurante na SAD sportinguista.

 

A saída de Jesus não me afecta, nem sequer o caminho que escolheu, o que me inquieta é o nome que consta para o substituir. Pessoalmente Klopp (ex-Borussia) é o preferido, na lista também está Marco Silva, qualquer outro português será, no meu entender, um grande risco (relativamente aos adeptos) para Vieira e isso é péssimo para o futuro do Benfica.

 

                  

publicado por Tasqueiro às 14:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

O dérbi, o mercado e o plantel

 

Desiludido com o Artur, porque foi determinante no golo do adversário. Não tem condições psicológicas para continuar no Benfica. É bom entre os postes, mau com os pés e péssimo nas saídas aos cruzamentos.

Desiludido com Jesus, porque quando mexeu na equipa, fê-lo mal e tarde. Com a substituição perdeu o meio-campo, que já estava em perca, e nada acrescentou ao ataque. Os últimos minutos foram penosos.

Desiludido com a exibição geral da equipa, na consistência da posse de bola e na finalização.

 

Fechou o mercado de transferências em Portugal, no Benfica entraram: Samaris(médio centro/defensivo de 25 anos, proveniente do Olympiacos), Cristante(médio defensivo/centro de 19 anos, proveniente do Milan) e Oliver Sarkic(avançado de 17 anos, proveniente do Anderlecht). Sílvio vai permanecer por mais um ano. Duvido que Oliver seja o avançado pretendido (certamente uma aquisição para a Equipa B) por Jesus.

 

Provável plantel para a Champions:

 

 

  

Para consumo interno há que contar ainda com Benito, além dos lesionados Sulejmani e Fesja.

 

           

publicado por Tasqueiro às 12:49
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Pré-época – 4º Jogo (Inte...

. Actualidades

. Plantel - actualização

. Plantel 2018/19

. Formação, transferências ...

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS