Segunda-feira, 18 de Março de 2019

Competência

 

Dois jogos complicados ultrapassados com inteligência, muito suor e sacrifício.

 

Em Zagreb iniciámos o jogo com um onze de ensaio que não deu resultado, tendo Lage corrigido ao intervalo para concluir com uma exibição convincente e produtiva. Passámos à eliminatória seguinte, onde vamos encontrar um adversário teoricamente mais complicado, Lage tem inevitavelmente de ser mais exigente nas suas escolhas para as equipas iniciais.

   

Para o campeonato, jogou o melhor 11, tendo proporcionado uma excelente exibição e um resultado condizente. No fundo o que interessa são os 3 pontos, vendo friamente a conjuntura actual, o nosso concorrente directo dispõe de circunstâncias particulares. Detalhes que fazem a diferença, não fossem elas totalmente opostas aquelas de que nós possuímos. Basta ver a diferença abissal dos critérios que o árbitro Capela manifestou, em lances idênticos e em jogos separados por 5 dias.

 

Lage tem agora, nesta paragem, alguns dias para trabalhar o “processo”, pois o Benfica necessita, a nível interno, de jogar o dobro para poder alcançar o tão desejado 37.

 

Carrega Benfica.

 

         

publicado por Tasqueiro às 16:08
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Março de 2019

Decepção angustiante

 

Pior que a decepção de perder pontos em casa e nesta altura do campeonato é a forma angustiante como sofremos os golos.

O adversário sem nada ter feito para marcar consegue facturar 2 golos e roubar outros tantos pontos ao Benfica.

O azar (neste caso paragem cerebral) de uns é a sorte de outros. Claro que para se ganhar é preciso apostar, mas neste caso não encontro ditado que sirva esta fatalidade.

A arbitragem foi igual a si própria. Parece que, para além do desígnio nacional de salvar o Sporting, há também uma vontade arbitral de dificultar a vida ao Benfica. Em todas aquelas mãos na área, o árbitro não encontrou nenhuma que preenchesse os requisitos para a marcação de um penalti. A expulsão no fim do jogo veio com meia hora de atraso e num lance onde não pode haver qualquer dúvida de exibir um amarelo, nem que fosse o segundo.

 

Resta levantar a cabeça (em especial a Odisseas e Ruben) e no próximo jogo fazer melhor (ou igual, desde que não se repita idênticos erros).

 

                      

publicado por Tasqueiro às 15:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 8 de Março de 2019

Oscilação

 

Nestes últimos dois jogos, a Equipa do Benfica oscilou entre o bom e o medíocre.

No clássico fez um bom jogo, alcançando um desfecho notável. Conseguiu virar o resultado no jogo e na tabela classificativa, feito obtido num palco de extrema dificuldade, onde as leis universais parecem não se aplicar.

Arbitragem:

  • Penálti por assinalar sobre Pizzi
  • Golo do porto em fora-de-jogo
  • Penálti por assinalar sobre Ruben Dias (cometido por Casillas)
  • Faltou expulsão de Octávio por agressão a Gabriel
  • Faltou expulsão de Brahimi por agressão a Ruben Dias
  • Pepe devida ter sido expuslo por acumulação de amarelos, ambos por acções sobre Felix.

A tudo isto, e parece-me que não estou a ser faccioso, a opinião especializada trata com indiferença. Este país exalta com o 25 de Abril, mas parece-me que a ditadura de opinião se mantem.  

 

 

Ontem, tanto a exibição como o resultado foram maus. Prevêem-se muitas dificuldades para o jogo da 2ª mão, é preciso marcar 2 sem sofrer nenhum. 

Lage fez algumas alterações que não deram resultado, a começar pela entrada de Krovinovic. Na minha opinião, a fraca exibição do Benfica na Croácia deveu-se sobretudo às duas escolhas para as alas, Krovinovic não deu nem profundidade nem velocidade ao flanco e Gedson não conseguiu transportar bola e causar os desequilíbrios que tanto caracteriza Pizzi.

O lugar não é novo a Gedson, mas tem entrado para essa posição sempre no decorrer dos jogos, quando o resultado está feito e o objectivo é de contenção. Já Krovinovic, para além de não estar fisicamente a 100%, não tem as características necessárias para aquela posição. Grimaldo viu-se e desejou-se para dar profundidade mas esbarrou sempre na estagnação do Croata.

Para agravar a situação, perdeu-se a referência no ataque e a pressão alta com a lesão de Seferovic e Felix já começa a dar sinais de fadiga.

Resumindo, o jogo estancou no meio campo e nunca mais ganhou a fluidez necessária e tão característica de Lage. As substituições de pouco resultaram, até porque faltou sempre presença física no último terço do terreno.

 

Agora é concentração máxima para a recepção ao Belenenses, se havia jogo onde um resultado negativo não era determinante foi este na Croácia, a partir de agora todos são decisivos.

 

                   

publicado por Tasqueiro às 10:15
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2019

A calmaria antes da tempestade

 

Grande jogo por parte do Benfica. O Chaves vinha com a estratégia de não sofrer golos, nem que fosse necessário enfiar todos os homens junto à área, o que veio a confirmar-se pelo menos no primeiro quarto de hora de jogo.

Após o 1º golo tudo foi diferente. O Benfica tranquilizou e o Chaves inquietou-se. O jogo decorreu um pouco à imagem do Nacional mas com muito menos eficácia, ou o resultado teria sido semelhante.

Resumindo, mais 3 pontos, nenhum castigado ou lesionado, portanto tudo apostos para a grande batalha a norte. Local que é de uma outra dimensão, muito à imagem de Hitchcock, onde o mais absurdo pode muito bem acontecer com toda a naturalidade.

Espero que Lage leve para o Porto uma táctica revolucionária a todos os níveis. Uma que consiga anular quaisquer manipulações da realidade, aparições ilusórias ou manifestações sobrenaturais. Terá pois de ser um procedimento à Ghostbusters ou coisa parecida.

Os sócios e adeptos do Glorioso têm também de ter em conta que acima de Pecos tudo é diferente. Trata-se de uma realidade paralela.

Ao Benfica será necessário uma paciência de Jó, muita força e uma coragem infindável. E mesmo assim vai ser uma “via-sacra”.

 

Carrega Benfica.

 

               

publicado por Tasqueiro às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2019

Imprevistos

 

O Benfica está a despertar grande agitação, uma fonte de entusiasmo a uns e inquietação a outros. Neste universo de dois sentidos, a maioria divide-se em dois grupos, ou melhor em dois grandes clubes: O Benfica e o anti-Benfica.

Tão distintos ideais tinham, no entanto, algo em comum: uma previsão para um idêntico vencedor no final da época. A conjuntura apontava teoricamente para um único cenário, a aclamação do aliado mais forte do eixo anti-Benfica.

As providências alinhavam-se para os tão desejados resultados até que, de súbito, o Benfica teve um procedimento imprevisto. Tal audácia revelou-se aparentemente acertada e cujas consequências podem resultar no fim da suposta e antecipada inevitabilidade: a queda do prenúncio de uma “morte” anunciada.

O Benfica e a sua tão imprevista como acertada escolha trouxe novamente alguma emoção a esta desregulada competição. O inesperado feito de Bruno Lage e correspondente acordo para a sua continuação, fez cair de uma assentada, o augurado apocalipse da Equipa (respectiva queda na tabela classificativa e consequente afastamento da Champions), assim como a tão conveniente novela Jesus e suas repercussões.

Igualmente surpreendentes foram os recentes acontecimentos, nomeadamente o imprevisto alinhamento da Equipa que resultou no inédito resultado na Turquia. Sorte alegam os antagonistas, argumentando que a loucura de Lage não é mais do que a abdicação da competição europeia.

Certo é que, com Lage, a sequência de jogos tiveram todos resultados vitoriosos e indiscutíveis, com excepção para aquela partida cuja desastrosa arbitragem determinou o único desfecho negativo.

São tantos os resultados positivos consecutivos que se torna difícil apontar tal feito ao acaso ou à sorte. Trata-se sim de competência que associado à qualidade tem tudo para dar certo, haja pois, a raça, o crer e a ambição que associada a alguma sorte, conseguem até atenuar as mais adversas arbitragens.

 

Carrega Benfica

 

             

tags:
publicado por Tasqueiro às 15:52
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019

Dez a zero

 

Há jogos assim. São muito raros, é necessário uma convergência de situações para que haja a possibilidade de acontecer. É indispensável a equipa ter competência, tudo correr de feição e defrontar um adversário em dia não.

O golo madrugador, a grande exibição do Benfica e o avolumar do resultado foi afectando o estado psicológico dos jogadores do Nacional, o que levou o marcador para um resultado incomum, mas justo. Durante a 1ª parte ainda houve alguma réplica por parte do Nacional, mas o entrosamento e velocidade dos jogadores do Benfica fez a diferença.

O dia era de festa na Luz. Homenageavam-se as Casas do Benfica e celebrava-se o aniversário do Chalana. Casa cheia, a Equipa num bom momento e a chuva a acelerar os movimentos no relvado, foram os ingredientes para um dia memorável.

 

             

publicado por Tasqueiro às 09:23
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2019

Sentimentos e intuições

 

Há jogos em que apesar do resultado ser desfavorável ficamos com aquela sensação de esperança, sentimento esse que acaba por nos dar algum entusiasmo para o futuro.

Pelo contrário, há outros que o desaire nos mergulha num profundo pessimismo.

 

No primeiro caso, o sentimento de confiança é tanto maior quanto maior for a dificuldade que a equipa teve pela frente nesse mesmo jogo, subindo o entusiamo proporcionalmente a quantidade e gravidade dos erros dos arbitros. A meia-final da taça da liga foi um jogo desses, e a maneira como perdemos é ainda mais angustiante do que a derrota, perdeu-se toda a vergonha e não se vislumbra qualquer respeito pela justiça. Julgo que … melhor, desejo que esta arbitragem tenha atingido o limite da pouca-vergonha, e que a partir de agora haja mais dignidade.

Na segunda circunstância temos os exemplos do basquete e do hóquei. Duas derrotas por diferenças significativas. Se o caso do basquete tem a atenuante de ser jogado no Porto e de ser a primeira derrota da época, o hóquei jogou em casa e precisava dos pontos para ter ainda a esperança no título.

 

Resumindo, foi uma semana cheia de emoções, com derrotas em excesso, e onde os acontecimentos por vezes são antagónicos aos sentimentos, tudo dependendo da forma como perdemos. A jogar bem o sofrimento é atenuado, porque o desaire  tem a razão no azar ou nos erros arbitrais, o contrário leva-nos à descrença porque, com planteis superiores, as equipas revelaram da falta de determinação e sem essa ambição não há gloria, facto determinante para a historia do Glorioso Benfica.

 

Nada como ganhar os próximos jogos e se for de forma convincente tanto melhor. É que tudo o que têm passado neste ano e meio, os Benfiquistas não só merecem como necessitam desses resultados.

 

Carrega Benfica.

 

          

publicado por Tasqueiro às 14:26
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019

Lage prepara fundações

 

Notam-se algumas melhoras mas a desorganização continua entranhada no subconsciente dos jogadores. A bola parece queimar. Continuamos sem conseguir ter uma posse de bola consistente e defensivamente continua a haver muito desacerto.

Deixo um texto que explana bem aquilo que penso. 

(nota: Zivkovic fez um jogo muito fraquinho).

 

               

 

publicado por Tasqueiro às 15:46
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2019

Estado de alma

 

Mais vale tarde que nunca. A decisão da saída de Rui Vitória foi correta mas demasiado tardia. Era uma questão de tempo, só o Presidente é que não quis ver, ou o passado toldou-lhe o discernimento.

À mulher de César não basta ser honesta, tem de parecer honesta. Ao Benfica deve exigir-se o mesmo, principalmente na conjuntura actual. O anti-Benfiquismo está no auge e é transversal a todos os sectores desta democracia patológica. As contas têm de ser transparentes e devem resumir-se apenas à actividade do Benfica, os casamentos não integram o negócio. Haja consequências ou a seriedade da estrutura começa a ser questionável.

Quanto mais me bates mais eu gosto de ti. Ainda tenho presente na memória a reportagem televisiva que pretendia demonstrar que o Benfica comprava jogadores. Tudo aquilo tresandava a farsa e visava atingir o Benfica. A resposta do Benfica é disponibilizar jogadores e o Presidente para entrevistas.

Não basta dizer, é preciso fazer. A última contratação (Caio Lucas) até pode ser uma boa oportunidade de negócio, mas deixa muitas dúvidas. Mais um extremo para onde já existem Sálvio, Cérvi, Rafa e até Zivkovic, Pizzi ou Felix fazem o lugar. Há ainda o Jota e o Willock, que aguardam a concretização das alegadas convicções do Presidente. O astuto custo zero, vai ter um salário milionário e acarreta desconfianças e frustrações nos jovens da Formação.

               

      

tags:
publicado por Tasqueiro às 10:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 30 de Novembro de 2018

Esclarecimentos

 

Da conferência de Vieira, retirei as seguintes conclusões:

 

- Alguns Administradores estão de trombas e engoliram um sapo por não terem coragem (ou estão acomodados) de se afirmar.

- Existe uma toupeira na estrutura do Benfica. É uma situação que já existe há demasiado tempo e já devia de ter sido resolvida. Não ver uma alma preocupada com isso é inquietante.

- A reunião não passou de uma conversa de grupo, onde alguns dos administradores manifestaram a sua insatisfação com a situação. LFV acedeu às críticas, chegou a admitir as respectivas implicações, mas deixou a decisão final para o dia seguinte.

- Presentemente não há alternativa a Rui Vitória. O perfil está decidido, mas falta o resto.

- Vieira mantem uma ligação (perigosa) com o catedrático.

- Há jogadores a fazer birra surda. Ou acabam-se as criancices ou rua com eles.

- Houve “sermão” no balneário.

 

Aposto que no próximo jogo vamos ver uma outra atitude em campo.

         

    

tags:
publicado por Tasqueiro às 14:18
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Março 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Competência

. Decepção angustiante

. Oscilação

. A calmaria antes da tempe...

. Imprevistos

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS