Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

1ª Jornada (SLB 3 x 2 VG)

 

Sem muito tempo para escrever, apenas algumas considerações:

 

- Resultado positivo pelo somatório dos 3 pontos;

 

- Saúda-se o regresso do melhor Pizzi;

 

- Jogo positivo até ao desnorte e consentir 2 golos de rajada. Não são novos estes embaraços, começa a ser imagem de marca deste treinador. Espero que seja desta a ultima e que tenha retirado todas as ilações necessárias para erradicar, de vez, estas situações.

 

Para hoje, muita coragem e que entrem para este jogo repletos de raça, crer e a ambição.

 

Carrega Benfica.

 

                

publicado por Tasqueiro às 15:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 9 de Agosto de 2018

Benfica 1 x 0 Fenerbahçe (3ª pré-eliminatória de acesso à Champions - 1ª mão)

 

Resultado positivo. É preciso ter em atenção que é uma eliminatória jogada a duas mãos. Podia ter sido melhor mas o importante foi a vitória e principalmente não sofrer golos. Um golo na Turquia garante praticamente a passagem aos playoffs.

 

Uma 1ª parte muito fraquinha. Jogo lento e demasiado previsível.

 

Ferreyra muito sozinho, entre os defesas adversários, faltou-lhe a perspicácia para fazer antecipações, andou sempre no meio dos defesas que cortaram todas as bolas. Desperdiçou a melhor oportunidade do jogo e estava mal posicionado no lance do “penalti” sobre Cervi, a bola sobrou para o segundo poste onde podia ter feito golo sem qualquer oposição.

Castillo mais dinâmico. Falta melhorar a definição.

Por muito que o critiquem Sálvio, a verdade é que é do unicos que arrisca e por arriscar a percentagem de falhar é maior. Apesar de ainda não estar no seu melhor, foi decisivo neste jogo.

Cervi marcou o golo e, “só isso”, já de si é significativo. Os seus antecessores deixaram um legado muito pesado, mas garra não lhe falta.

Pizzi ainda está longe do seu melhor.

Gedson é já uma certeza. Claro que tem de amadurecer, mas para um primeiro jogo a este nível e com esta importância esteve muito bem.

Fejsa é aquela máquina.

Grande jogo de Grimaldo. Se mantiver esta performance durante a época, e sem lesões, é o próximo a estar na agenda de Vieira.

Almeida começou intermitente e foi sempre subindo de rendimento. É fiável e bastante regular, mas não chega. A época vai ser longa e na Champions necessitamos de uma qualidade superior.

Jardel e Ruben em bom nível, os Turcos também não deram muito trabalho. O mesmo para Odysseas.

 

Para o jogo com o Guimarães peço uma equipa de ataque. Quero um sufoco total ao adversário, um pouco à imagem da 2ª parte com o Fenerbahçe.

 

Reforço o pedido à estrutura, é favor contratar um defesa direito que esteja à altura das ambições dos Benfiquistas.

 

Carrega Benfica.

 

              

publicado por Tasqueiro às 14:35
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Julho de 2018

Pré-época – 3º Jogo

 

Mais uma vitória que dá confiança a jogadores e técnicos. Os adeptos, mais uma vez, disseram presente apesar dos preços exorbitantes, que talvez tenha impedido uma verdadeira enchente. Um jogo de caracter particular, que não fazia parte de qualquer torneio, sem qualquer trofeu em disputa, com preços mínimos de 40€.

 

Primeira parte disputada a meio campo, sem grandes ocasiões e com Rafa, mais uma vez, a confirmar o desacerto na finalização. É um caso patológico.

Uma segunda parte mais autoritária, com as entradas de Zivkovic e Cervi a fazerem a diferença. Gedson e Alfa Semedo continuam a dar boas indicações, com destaque para Gedson (um caso sério). Castillo mostra bons pormenores e competência na finalização.

De lamentar a lesão de Svilar, que proporcionou uma oportunidade a Odysseas. O rumo do jogo não deu para grandes brilhantismos, no entanto transmitiu segurança.

 

Arbitragem manhosa, com a habitual protecção aos espanhóis. Um bom teste à resiliência dos nossos jogadores, neste aspecto um ensaio adequado ao campeonato português.

 

O Benfica já está nos Estados Unidos para participar na Internacional Champions Cup, onde 5ª feira (dia 26) vai defrontar o Borussia de Dortmund.

 

           

             

publicado por Tasqueiro às 09:16
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 11 de Julho de 2018

Pré-época – 1º Jogo

 

A participação no Torneio Internacional do Sado, no Estádio do Bonfim, começou da melhor maneira com uma vitória por 3-0 sobre a equipa do Napredak (7º classificado do campeonato da Sérvia).

Rui Vitória tinha à sua disposição 28 jogadores, e fez rodar quase todos, tendo iniciado as duas partes do jogo com equipas e sistemas diferentes. Não jogaram: Odysseas, Varela, Willock e J.Amaral.  

Jogadores utilizados: Svilar, A.Ferreira, Jardel, L.Lopez, Conti, Lema, A.Almeida, Grimaldo, Yuri, A.Pinto, Fejsa, A.Semedo, K.Parks, Gedson, Pizzi, Chiquinho, Cervi, Rafa, Heriberto, Felix, Ola John, Jonas, Castillo e Ferreyra.

 

  1ª Parte

1ª Parte.jpg

 

   2ª Parte

2ª Parte.jpg

 

Na 2ª parte ainda entraram Chiquinho e Ola John para os lugares de A.Semedo e Heriberto (K.Parks recuou no terreno).

 

Foi um jogo tipico de pré-época, com os jogadores a apresentarem condições fisicas distintas. Os golos foram todos marcados na 1ª parte, fruto do maior entrosamento entre os jogadores, a grande maioria do plantel da época passada.

Destacaram-se pela positiva: A.Ferreira, Jardel (2 golos), A.Semedo, K.Parks, Heriberto, Gedson, Rafa, Pizzi (2 assistências) e Castillo (1 golo).

Pela negativa: A.Pinto e Ola John.

 

6ª feira (dia 13) há mais. Adversário: Vitória de Setúbal (20:30h BTV).

 

               

publicado por Tasqueiro às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

Inépcia

 

O jogo no Estoril foi mais uma aflição. Benfiquista sofre.

Uma primeira parte razoável, com domínio de jogo (faltou a finalização), os mínimos que se exige.

Uma segunda parte inaceitável. Exige-se mais de uma equipa que garante querer conquistar o título e afirma que “isto ainda não acabou”. É escasso.

Claro que existe um oponente, que também tem o seu valor e dignidade, que até luta pela vida (permanência), mas não justifica tanta incompetência. Faltou a pressão alta e o meio campo foi demasiado frágil (valeu Fesja). Não pode ser cansaço, todas as outras competições já foram há muito, apenas se joga uma vez por semana. A única atenuante foi o desempenho da equipa de arbitragem, uma actuação sem seriedade, sem dignidade, faltou o brio profissional. 

Rafa é um jogador extraordinário até chegar à parte da finalização, aí torna-se num executante banal. O golo apenas foi uma excepção a confirmar a regra. O tiro ao boneco é uma característica que ele tem, definitivamente, de perder. Isso treina-se.

Zivkovic é excepcional. Raça, querer, ambição e muito, muito talento. Cada vez que me lembro de o ver no banco em detrimento de Filipe Augusto fico angustiado.

Cervi tem vindo a baixar o rendimento. Talvez seja altura de dar o lugar a Rafa para permitir a entrada de Sálvio, que foi decisivo na obtenção dos 3 pontos.

Fesja é um assombroso. Um pilar naquele meio campo. Sem ele, o campeonato seria uma ilusão.

André e Grimaldo tiveram algumas dificuldades a defender. O espanhol ainda compensou com uma assistência. São duas situações a analisar com a máxima atenção por parte da estrutura, até porque fala-se no interesse em Grimaldo, Eliseu está em fim de linha e André não tem alternativa. 

 

Contagioso?

Os sucessivos bloqueios mentais da equipa de futebol nos jogos com os andrades podem estar a afectar também as modalidades. O hóquei já vai com duas goleadas sucessivas e o basquete também tem sentido dificuldades. Ambas as equipas são do topo em Portugal (Hóquei a nível mundial). Dá que pensar.

   

                 

 

publicado por Tasqueiro às 14:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Penoso

 

Este é daqueles jogos em que apesar do resultado ser positivo, não sinto inteira satisfação, falta qualquer coisa. É como matar a sede com um golo de água, alivia mas não a elimina. O entusiamo que sentia antes dos jogos converteu-se em apatia, que se vai intensificando com o decorrer da partida.

 

Se nem tudo está bem no Reino de Águia, o país do futebol caminha para um destino tenebroso. Cheguei ao ponto de apenas estar disponível para o jogo em si, todo o resto é descartado. Não vejo conferências nem antes nem depois dos jogos e não sigo programas ditos desportivos nem leio jornais ou sites do mesmo género, tudo em benefício da minha sanidade mental. Isto mais se parece com um manicómio.

A montanha vai parir um rato, os e-mails substancialmente é uma mão cheia de nada. A ficção que se criou com a interpretação de uns escritos apenas sacia a frustração de uns e disfarça a realidade de outros. 

 

                   

publicado por Tasqueiro às 16:16
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017

Insatisfatório

 

Exibição demasiado fraquinha, contra uma equipa de escalão muito inferior, começa a ser inquietante. Sei que a história tem muitos destes resultados e exibições nestas fases da prova, mas o problema é que na presente época tem sido esta a bitola.   

 

Esperava-se mais, muito mais. De jogadores e especialmente do treinador.

 

A estratégia do Olhanense foi, desde início, clara como a água: defender e contra-atacar pela esquerda (para a velocidade de Jefferson). Douglas perdeu todos os lances e Rui Vitória nunca conseguiu arranjar uma solução.

 

Bons apontamentos:

Gabriel marcou um belíssimo golo, cheio de oportunidade e classe. Talvez tenhamos aqui uma solução para o lugar do Grego.

Svilar surpreendeu pela sua tranquilidade. Sempre muito atento, é rápido, mostrou destreza com os pés … boas indicações.

 

 

Confesso que vejo o próximo jogo com muita apreensão, por muito que me custe admitir, a jogar assim receio um massacre na 4ª feira.

 

            

publicado por Tasqueiro às 15:18
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Março de 2017

Jogo (d)e bastidores

 

O Benfica fez o que lhe competia, ganhou o jogo e os respectivos 3 pontos. Na ressaca de um jogo de Champions, com um resultado pesado, que provocou não só desgaste físico como também psicológico, a equipa esteve à altura do momento, manteve a liderança.

 

A comunicação social desportiva está de rastos. Arrasta-se pela imundice a que chamam jornalismo. Nas conferências de imprensa, com particular incidência nas do Benfica, pouco se fala de futebol. Interessa apenas criar polémicas, actuam sem respeito por quem seja, dos microfones apenas saem especulações trasvestidas de perguntas. Ontem um dos alvos foi Miguel Rosa, o rapaz foi “acusado” de ser mal-intencionado no lance do 1º golo do Benfica. Talvez por ser demasiado sugestivo, não foi também “acusado” de intensionalmente acertar no poste.

Com toda esta gente a “marrar” no vermelho, não convém dar abébias na BTV. Imparcialidade é ser neutro, expor por palavras o que vai acontecendo em campo, com verdade e isenção, ou pelo menos tentar. O que vi foi comentadores preocupados em parecerem tão imparciais, que acabaram por ser tendenciosos em prejuízo do Benfica.

 

Há que estar atento, nada é deixado ao acaso e todos os pormenores são tidos em conta, joga-se dentro e fora do tabuleiro.

 

A crónica que hoje vem na bola (sem plágio) pode muito bem ser um incentivo a favor do Benfica. Excelente tema para debate no balneário encarnado.

 

                   

publicado por Tasqueiro às 14:29
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Vitória importante

 

Jogo muito competitivo, sem muitas ocasiões de golo. O Benfica marcou 2 golos (1º foi anulado), Mitroglou teve um falhanço incrivel à boca da baliza e Júlio César viu a bola bater no poste, estes foram os lances mais relevantes da partida.

Braga fez o melhor jogo da temporada, duvido que façam exibição semelhante no resto da época.

Arbitragem inclinada. Apitou sempre a qualquer queda dos jogadores do Braga e foi bastante condescendente com as faltas sofridas pelos jogadores do Benfica. O golo anulado é discutível, dá-se o benefício da dúvida, o lance corrido é de difícil análise. Onde não há dúvidas é na falta sobre Sálvio, erro grave. O puxão a Mitroglou foi evidente, infelizmente o grego não caiu e o lance passou em claro.

 

Desde a dita reunião dos clubes com a arbitragem que o Benfica tem sido prejudicado sucessivamente. Coincidência ou não, foi também a partir dessa altura que os ânimos acalmaram, até porque o outro candidato já não tem qualquer observação a fazer.

Bastou o Benfica pedir esclarecimentos ao concelho de arbitragem para cair o carmo e a trindade.

 

Haja paciência.

 

                   

publicado por Tasqueiro às 15:05
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2017

A vitória do descontentamento

 

Intensifica-se o anti-Benfiquismo, um pouco por toda a comunicação social desportiva.

 

Um verdadeiro milagre o resultado do Benfica na Champions. Segundo os entendidos da cs, o resultado é uma enorme injustiça, os alemães deviam de ter saído da luz ovacionados após terem infligido uma valente goleada aos encarnados de Carnide.  

Resta a esperança da 2ª mão. Na Alemanha é que vai ser, Thomas Tuchel e os seus jogadores vão, finalmente, humilhar o Benfica e encaminhá-lo para o tão desejado abismo. Viva o Porto carago.

 

Até quando vão os Benfiquistas sustentar esta gente?!

 

                                    

publicado por Tasqueiro às 10:20
link do post | comentar | favorito

.Rodadas

contador free

.pesquisa

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. 1ª Jornada (SLB 3 x 2 VG)...

. Benfica 1 x 0 Fenerbahçe ...

. Pré-época – 3º Jogo

. Pré-época – 1º Jogo

. Inépcia

.links

.arquivos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. 5 seguidores

blogs SAPO
RSS